sexta-feira, abril 27, 2018

Fifa aplica multa milionária e bane Del Nero do futebol para sempre


Três anos depois de assolada pela prisão de cartolas, em seu hotel em Zurique, a Fifa segue com a "limpeza" da entidade e exclui o último dirigente envolvido naquele escândalo de corrupção e que continuava sem uma punição por parte da organização. Nesta sexta-feira, a Fifa anunciou que baniu o brasileiro Marco Polo Del Nero de todas as atividades do futebol por toda sua vida, além de aplicar uma multa de 1 milhão de francos suíços (cerca de R$ 3,5 milhões).
Isso significa que ele não pode nem entrar na CBF para eventos sociais, não pode presidir clubes de futebol e nem fazer parte de organização de torneios. Ele foi punido por corrupção, por aceitar presentes de forma indevida e gestão desleal.
Del Nero foi indiciado pela Justiça dos Estados Unidos em 2015. Mas, desde então, passou a evitar sair do Brasil para não ser preso. No final do ano passado, porém, ele foi suspenso temporariamente, depois que a Fifa recebeu evidências dos procuradores dos EUA sobre sua participação em esquemas de corrupção na CBF. Prevendo sua queda definitiva, Del Nero se apressou para montar uma transição na entidade do futebol brasileiro que resguardasse seus interesses.

Para isso, manobrou para conseguir que Rogério Caboclo, seu aliado, fosse eleito, sem oposição e sem qualquer outro candidato na disputa. A mesma estratégia já havia sido adotada por Ricardo Teixeira, quando deixou a CBF em 2012 e escolheu a dedo seus sucessores.

0 comentários:

Postar um comentário