domingo, abril 22, 2018

Mato Grosso teve mais demissões do que contratações em março


Mato Grosso está entre os estados que menos criaram postos de emprego em março deste ano, segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Foram 29.741 trabalhadores contratados contra 32.759 demitidos, ou seja, o estado teve 3.018 postos de trabalho com carteira assinada fechados.

Os setores que registraram mais demissões do que admissões foram o comércio, com 9.492 desligamentos contra 8.778 contratações, e a agropecuária, que teve 8.522 trabalhadores demitidos e 5.188 contratados.

As demais áreas apresentaram saldos positivos, segundo o Caged, com destaque para o setor de extrativa mineral, que registrou 158 admissões.

Em Cuiabá, 6.679 pessoas conseguiram trabalho com carteira assinada e 6.273 foram desligadas, o que gerou um saldo positivo de 406 contratações.

Na capital, os setores que tiveram o pior desempenho foram a administração pública, com 12 demissões; o comércio, com 1.945 desligamentos; e a área de extrativismo mineral, com 7 trabalhadores demitidos.

Já os setores de indústria da transformação e agropecuária foram os que apresentaram os melhores resultados em Cuiabá, com saldos positivos de 161 e 31 admissões, respectivamente.

0 comentários:

Postar um comentário