sexta-feira, abril 06, 2018

Pedro Taques diz que presidente do TJ será seu substituto durante viagem internacional


O governador Pedro Taques (PSDB) disse na manhã desta sexta-feira que já acordou com o presidente da Assembléia Legislativa, Eduardo Botelho,  que o presidente do Tribunal de Justiça (TJMT), desembargador Rui Ramos, será seu substituto no Palácio Paiaguás, caso ele precise se ausentar do País.

Essa medida é uma forma de evitar que o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (PSB), se torne inelegível. Já que a legislação Eleitoral estabelece que, em caso de vacância no cargo de vice-governador – tendo em vista a renúncia de Carlos Fávaro (PSD) -, quem assume o Governo é o presidente do Legislativo. Em seguida, na linha sucessória, vem o presidente do Judiciário.

Desta forma, se Taques viaja ao exterior a partir do próximo dia 7 (prazo estabelecido pela Justiça Eleitoral para desincompatibilização de cargo), Botelho ficaria impedido de sair candidato à reeleição.

0 comentários:

Postar um comentário