terça-feira, abril 03, 2018

Veja os destaques de jornais de circulação nacional - 03 de Abril


O Globo
Juízes se mobilizam para manter prisão em 2a. instância
Às vésperas do julgamento do habeas corpus do ex-presidente Lula, marcado para amanhã, os ministros do STF divergem sobre a possibilidade de uma mudança no entendimento da Corte alterar a jurisprudência, com reflexo em casos de outros condenados em segunda instância. Foram entregues dois abaixo-assinados ao STF: o de integrantes do Judiciário e do Ministério Público, com mais de cinco mil assinaturas, pede a manutenção da prisão após a segunda instância; outro, com cerca de três mil, inclusive de advogados de investigados na Lava-Jato, quer a alteração da posição da Corte. A presidente do STF, Cármen Lúcia, pediu "serenidade'! em fala na TV. 
  www.siqueiranews.com

O Estado de São Paulo
Dona de linhão de Belo Monte pode ser punida por atraso
A concessionária Belo Monte Transmissora de Energia, que controla a linha de transmissão da hidrelétrica, pode ser multada por atrasos nas obras. O Operador Nacional do Sistema Elétrico pede à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) que a receita paga à empresa seja reduzida em 10% até a correção das falhas. A concessionária, sociedade entre a chinesa State Grid e a Eletrobrás, é investigada por causa de apagão que deixou 70 milhões sem luz em 13 Estados do Norte e Nordeste em 21 de março.

Ministério quer mudar reajuste do Bolsa Família
Proposta do Ministério do Desenvolvimento prevê reajuste acima da inflação do Bolsa Família apenas para quem tiver filhos em segundo turno escolar ou em programas de capacitação técnica. A medida, em análise por Temer, custaria até R$ 3 bilhões. A decisão depende de espaço no Orçamento.
 www.siqueiranews.com

Folha de São Paulo
União é avalista de R$ 82,7 bilhões a estados em crise
Diante da deterioração fiscal de estados e municípios, a União teve de honrar compromissos financeiros desses entes nos últimos dois anos e, com a piora do quadro, pode tomar novos calotes. O caso do Rio é emblemático, mas outros estados em situação frágil, como Minas Gerais, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Goiás, têm sido monitorados de perto. De acordo com relatório da IFI (Instituição Fiscal Independente), do Senado, cinco estados que possuem notas de crédito baixas desde 2014 —C ou D (caso do Rio)— detêm 47% do total das garantias oferecidas pela União, somando R$ 82,7 bilhões. Em 2017, o governo federal teve de honrar perto de R$ 4 bilhões em empréstimos tomados e não pagos pelo Rio. Nos créditos obtidos por estados e municípios para investimentos, por exemplo, ê comum a União atuar como uma espécie de fiador. O Rio diz que o plano de recuperação prevê retomar o pagamento da dívida em 2021. RS, SC e GO afirmam que as dívidas têm sido quitadas, e MG, que a União não teve que executar garantias dadas em 2018. 
 www.siqueiranews.com

Correio Braziliense
'Não foi a primeira vez nem será a última', diz sismólogo sobre tremor
tremor de terra sentido no Distrito Federal por causa de um terremoto proveniente da Bolívia deixou os brasilienses preocupados com a possibilidade de novos abalos e suas consequências para as edificações da capital federal. Segundo o sismólogo Juracir Carvalho, do Observatório de Sismologia da Universidade de Brasília (UnB), é impossível prever esse tipo de fenômeno, logo há sempre possibilidade de novas ocorrências. O Brasil, porém, ressalta o especialista, não costuma ser atingido por tremores muito fortes, como os que atingem outros países. Isso acontece porque o país está localizado no centro da Placa Sul-Americana, com até 200km de espessura, e as principais regiões afetadas pelo fenômeno são aquelas localizadas próximo às bordas das placas tectônicas, onde há zonas de convergência. Assim, os terremotos que chegam ao país são menos intensos. O desta segunda-feira, por exemplo, alcançou magnitude 6,7 na Bolívia, onde foi seu epicentro, mas chegou ao DF e a alguns estados brasileiros com intensidade bem menor, por volta de 4. 
 www.siqueiranews.com

O Dia
Estado do Rio tem um PM assassinado a cada três dias
O assassinato do subtenente da PM Marcílio de Melo Ferreira, de 54 anos, na madrugada de ontem, reforçou uma estatística lamentável. Só este ano, um policial militar foi assassinado a cada três dias no Estado do Rio. O subtenente foi o 32º agente morto em ataque de bandidos ou em serviço em 2018. Marcílio, que era casado e tinha seis filhos, abastecia seu carro uma Kombi na Estrada Intendente Magalhães, em Vila Valqueire, quando foi atacado por três jovens de 17 anos. Os adolescentes viram a arma na cintura do policial e tentaram roubá-la. Marcílio entrou em luta corporal e os agressores conseguiram desarmá-lo. Logo em seguida atiraram contra o subtenente. Ao lado da esposa, Marcílio foi atingido na cabeça e, apesar de ter sido socorrido no Hospital Estadual Carlos Chagas, em Marechal Hermes, não resistiu ao ferimento.
  www.siqueiranews.com

Diário de Pernambuco
Náutico inicia venda de ingressos para a final do Campeonato Pernambucano contra o Central
Os sócios Alvirrubros já podem garantir sua entrada para a decisão do Campeonato Pernambucano de 2018. O Náutico iniciou a venda de ingressos para o jogo diante do Central, nesta terça-feira, somente nos Aflitos. Nos três primeiros dias de vendas - 27, 28 e 29 de março-, somente o associado poderá garantir o bilhete, com direito a preços diferenciados nos Setores Oeste Inferior e Leste Inferior da Arena. Já o público geral poderá adquirir seu ingresso a partir do dia 31, nos Aflitos e nos pontos descentralizados, além do aplicativo para celular. No local do jogo, a comercialização somente será feita no dia da partida, até o início do segundo tempo. Todos os setores da arena estão disponibilizados para a partida, com o Norte Superior reservado para a torcida do Central. 
  www.siqueiranews.com

Diário Catarinense
Suspeito de atirar contra casal de policiais militares de SC é morto em Natal
Um dos principais suspeitos, segundo a polícia, de ter atirado contra o casal de policiais militares de Santa Catarina, Marcos Paulo da Cruz e Caroline Pletsch, que passavam férias em Natal, no Rio Grande do Norte, morreu nesta segunda-feira. Conforme informações repassadas pela Divisão Especializada em Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Yuri Torres Lima de Souza, de 18 anos, acabou baleado durante uma troca de tiros com a polícia de Natal e não resistiu aos ferimentos. Na época do crime, registrado no dia 26 de março, a soldado Caroline chegou a ser socorrida, mas morreu antes de chegar ao hospital. O sargento Marcos foi atingido no ombro.  Souza foi localizado pelos agentes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) nesta segunda-feira em uma casa no conjunto Gramoré, bairro Lagoa Azul, na zona norte de Natal, após uma denúncia anônima. Durante a abordagem policial, Souza teria atirado contra os agentes, que revidaram.

0 comentários:

Postar um comentário