quarta-feira, maio 23, 2018

Caminhoneiros ampliam bloqueios que já somam 16 pontos nas rodovias federais


O protesto dos caminhoneiros de Mato Grosso, contra o aumento constante no preço de combustíveis, está no 3°dia e nesta quarta-feira (23-05-18) se encontra em 16 trechos de 4 rodovias federais que cortam o Estado.

Em todos os locais, a passagem de ônibus, ambulância, veículos de passeio e carregados com perecíveis e carga viva continuam com passagem liberada. Os bloqueios ocorrem nas BRs 163, 364, 070 e 174.

Em Cuiabá, os motoristas estão concentrados no km 398 da BR-364 (Distrito Industrial) e km 504 da BR-070 (Rodovia dos Imigrantes). Porém, por volta das 10h, motoristas fizeram um protesto na Avenida Historiador Rubens de Mendonça. Já às 12h, houve uma manifestação na região do Coxipó.
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) diz que os pontos de manifestação são em Cuiabá na BR-070, e 364; em Rondonópolis na BR-364 e 163, Diamantino na BR-364, Nova Mutum na BR-163, em Primavera do Leste na BR-070, em Campo Verde na BR-070, em Lucas do Rio Verde na BR-163, em Sinop na BR-163, em Pontes e Lacerda na BR-174, em Campos de Júlio na BR-364, em Sapezal na BR-364, em Comodoro na BR-174, em Barra do Garças na BR-070 e em Sorriso na BR-163.

O Sindicato das Empresas de Cargas de Mato Grosso (Sindmat), emitiu uma nota para afirmar que apoia o movimento grevista e que todos os motoristas do Centro-Oeste também irão aderir à manifestação, já que a política de reajuste é 'abusiva' e prejudica toda a sociedade.

Click aqui para ver matérias na página inicial

0 comentários:

Postar um comentário