terça-feira, maio 29, 2018

Comércio varejista perdeu R$ 3,1 bi com greve de caminhoneiros, diz CNC


Por causa das paralisações nas estradas promovidas por caminhoneiros em todo o País, o comércio varejista perdeu R$ 3,1 bilhões em apenas seis unidades da Federação, conforme cálculos da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Por causa das paralisações, a entidade revisou sua projeção de crescimento nas vendas do varejo em 2018, de 5,4% para 4,7%.
Em estudo divulgado nesta terça-feira (29-05-18) a entidade calcula que, até a segunda-feira, dia 28, houve perda de R$ 1,42 bilhão nas vendas de combustíveis e lubrificantes. Mais R$ 1,73 bilhão foi perdido por causa da escassez de combustíveis que restringiu a oferta de produtos hortifrutigranjeiros no ramo de hiper, supermercados e minimercados.

Juntos, os ramos de combustíveis e lubrificantes e de hiper e supermercados respondem por 47% do volume anual de vendas do varejo brasileiro, informou a CNC.  

Click aqui para ver matérias na página inicial

0 comentários:

Postar um comentário