quarta-feira, maio 09, 2018

MPE diz que o desembargador José Zuquim Nogueira proibiu a Assembleia de votar soltura Mauro Savi


A informação do Ministério Público Estadual (MPE) dá conta que o desembargador do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), José Zuquim Nogueira, teria vetado a Assembleia Legislativa de votar a necessidade da prisão do deputado estadual Mauro Savi (DEM), preso nesta quarta-feira (09-05-18) pelo Grupo Especial de Atuação Contra o Crime Organizado (Gaeco).

O parlamentar é apontado pelo MPE como um dos líderes do esquema de desvio de recursos do Departamento Estadual de Trânsito (Detran).
A organização criminosa, que teria a participação de outros deputados e mais “gente graúda”, segundo o Gaeco, teria desviado quase R$ 30 milhões, através de empresas terceirizadas na autarquia.
De acordo com José Zuquim, o Legislativo "deverá observar a vedação de expedir resolução ou quaisquer atos que importem em revogação da prisão preventiva decretada". O mesmo fato ocorreu em outubro de 2017, quando o deputado Gilmar Fabris (PSD), foi solto por decisão de seus pares. Ele era suspeito de obstruir as investigações. 

Na manhã desta quarta, o presidente da Casa, Eduardo Botelho (DEM), disse que a Procuradoria Legislativa da Assembleia Legislativa está avaliando se cabe ou não a votação.

0 comentários:

Postar um comentário