segunda-feira, maio 21, 2018

Pesquisa aponta que 81% da população prefere votar em candidato sem mandato


Organizações civis questionam capacidade dos partidos político em oferecer novos quadros aos eleitores brasileiros w apesar de as pesquisas continuarem detectando um desejo de mudança, a oferta será inferior à demanda por renovação. Essa é a opinião de Renato Meirelles, coordenador do Instituto Locomotiva — que tem feito levantamentos sobre o comportamento dos eleitores.

Em uma pesquisa divulgada pelo instituto, 81% dos eleitores declararam preferir votar em quem hoje não exerce mandato. Apesar disso, a tendência não é a de renovação.

— Esse número reflete a demanda eleitoral, mas ela não será representada. O que vai ser apresentado ao eleitor é uma nova roupagem dos políticos velhos. Em razão das regras eleitorais e dos recursos financeiros escassos, o eleitor não vai encontrar as opções de renovação.
Não significa, com isso, dizer que novos nomes não serão eleitos. Historicamente, o índice de substituição de nomes no Congresso beira os 50%. "O que acontece não é uma renovação. Os eleitos são filhos, parentes ou apadrinhados daqueles que já estão no poder", disse o cientista político Vitor Oliveira, da agência Pulso Público.

Uma outra pesquisa do Instituto Locomotiva mostra que a insatisfação dos brasileiros com a política não é apenas impressão: 96% dos entrevistados não se sentem representados pelos políticos em exercício.


94% das pessoas acreditam que os parlamentares estão mais preocupados em se manter no poder do que governar o país, enquanto 78% dizem que não reelegeriam nenhum político.
Click aqui para ver matérias na página inicial

0 comentários:

Postar um comentário