sexta-feira, junho 08, 2018

Praça da Mandioca foi reformada pelo Ipham, com dinheiro da Caixa


A reforma da Praça Conde de Azambuja, mais conhecida como Praça da Mandioca, uma das mais populares de Cuiabá, foi realizada pelo Instituto do Patrimônio Nacional (Iphan), ao custo de R$ 132.2 mil bancados pela Caixa Econômica Federal e sem aporte de nenhum centavo da prefeitura local.
Apesar do prefeito de Cuiabá tentar contabilizar ganhos políticos, pouco tem feito para resgatar os logradouros públicos da capital. As outras praças já reinauguradas e que passaram por reforma, todas foram custeadas com recursos do governo federal e zero da prefeitura.
São 16 reformas em andamento e que o dinheiro foi viabilizado pelo Iphan, mediante o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC Cidades Históricas), “Agora é Avançar”, do Ministério da Cultura.
De acordo com o diretor de Projetos Especiais do Instituto do Patrimônio Histórico Nacional (IPHAN), Robson Antônio de Almeida, o programa vem atuando em outras 43 cidades do Brasil, qualificando os espaços com qualidade, mantendo seus atributos originais, de forma que os valorize.
Click aqui para ver matérias na página inicial

0 comentários:

Postar um comentário