sábado, julho 07, 2018

Endividada, ong pró-animais faz evento para levantar recursos e manter atividades


A Organização de Proteção Animal de Mato Grosso (OPA-MT) realiza um bazar beneficente na tarde deste sábado (07-07-18).

O evento tem mais de 200 itens como roupas de marca e em bom estado, calçados, bolsas, acessórios e produtos de pet shop. Os objetos serão vendidos entre R$ 3 e R$ 50.

Segundo a coordenadora da ong Michelle Scopel, o bazar busca arrecadar dinheiro para quitar uma dívida de mais de R$ 10 mil de gastos veterinários com os animais resgatados.

“Precisamos pagar R$ 10 mil para uma clínica veterinária. Tudo gera custo. Nós temos animais paraplégicos, cegos, com três patas que precisam de cuidados especiais. Além da manutenção do local”, expôs.

O evento vai acontecer entre 11h e 18h, no Restaurante Raposa Vegana, localizado na Rua Cândido Mariano, no Centro de Cuiabá. Também serão vendidos feijoada e doces veganos feitos pelo restaurante.

A ong ainda está com planos de realizar um bazar por mês, além de rifas e outras formas de ajuda financeira para contribuir na manutenção da OPA.

Aqueles que desejarem contribuir com doações, podem levar os objetos nos pontos de coleta Dog Mania Pet Shop, na Avenida Marechal Deodoro e Rua Estevão de Mendonça; Agropev, na Avenida Couto Magalhães e no Mundo Animal, na Avenida Dom Orlando Chaves.

“Estamos sempre abertos para receber a doações. É só levar nos locais indicados mesmo sem ter um bazar marcado”, acrescentou Michele.

Mais de mil animais resgatados

A OPA-MT nasceu em 2012 com um abrigo alugado. Porém, o espaço foi fechado pelo proprietário e Michelle precisou levar os cachorros e gatos para sua residência.

Sua casa abriga cerca de 65 animais em mais outros 20 estão alocados em hotéis para animais pela Capital. Além disso, há também duas casas alugadas para abrigar os bichos resgatados.

Ao longo desses seis anos de existência, Michelle diz que a ong chegou a resgatar mais de mil cachorros e gatos.

A OPA também presta socorro aos animais abandonados ou sem dono. A coordenadora conta que leva os que estão machucados ou doentes ao veterinário, além de castrar principalmente os gatos.

“A gente resgata muitos animais atropelados ou com algum problema de saúde. E a gente os trata. Agora tem 125 cães e gatos disponíveis para adoção”, afirmou.


Para poder adotar um animal, o interessado pode entrar em contato pela página da ong no Facebook ou Instagram. No bazar, a equipe também estará preenchendo um cadastro com aqueles que querem adotar e, depois, agendará uma visita para a pessoa escolher o novo companheiro.

0 comentários:

Postar um comentário