terça-feira, julho 24, 2018

Pedro Taques assume pré-candidatura e confirma Selma Arruda e Nilson Leitão para o Senado


Apesar de agir e falar como pré-candidato à reeleição, só nesta terça-feira (24-07-18) o Governador Pedro Taques (PSDB) assumiu, oficialmente, que vai buscar o apoio popular e se manter por mais 4 anos no comando do estado de Mato Grosso.
O tucano disse que ainda não definiu quem será o seu companheiro na condição de vice. Ele ressaltou que a definição está prestes a ocorrer e que nomes estão em avaliação e que será escolhido um nome com comprovada competencia e força para somar na campanha.
Taques aproveitou para anunciar que a juíza aposentada Selma Arruda (PSL)  e Nilson Leitão (PSDB) serão os candidatos ao Senado em sua chapa.
Selma Arruda falou que é um dia especial onde sela a aliança em prol de Mato Grosso. "Queremos fazer por Mato Grosso aquilo que gostaríamos de fazer nas nossas casas", argumenta a magistrada ao prometer lealdade ao Estado e ressaltar que espera seguir sua jornada visando não somente eleição.
Inicialmente a Executiva Nacional do PSL baixou uma resolução proibindo coligações nos estados com 9 partidos, o que incluia o PSDB. Mas houve conversas entre as lideranças do partido e Pedro Taques e chegou-se num acordo que permite a sigla do presidenciável Jair Bolsonaro se juntar ao projeto de reeleição do tucano.
Selma argumenta que é a melhor aliança que o PSL poderia ter escolhido e que se sente à vontade na coligação com o PSDB. " Precisamos dar a gasolina pra que ele continue nessa estrada", disse a juíza aposentada em relação à candidatura de Taques. Por fim, ela destaca que pretende somar votos com Nilson Leitão e não disputar votos.

0 comentários:

Postar um comentário