terça-feira, julho 24, 2018

Sede do jornal Folha do Estado vai a leilão entre imóveis penhorados pelas varas de trabalho de Cuiabá e VG


Será realizado na próxima sexta-feira (27-07-18), no Prédio Administrativo do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), em Cuiabá (auditório do Cefor, no 6º andar), leilão de imóveis penhorados pelas Varas do Trabalho de Cuiabá e Várzea Grande.
Entre os imóveis ofertados pela Justiça do Trabalho está prédio sede do Grupo Folha do Estado, que foi avaliado em mais de R$ 8 milhões. O lance mínimo é de R$ 4,3 milhões.
O leilão, no dia 27 de julho, está marcado para começar às 8h30 e seguirá até as 14h30. Os interessados em participar do leilão virtual podem enviar seus lances pelo site do leiloeiro oficial, ou fazer suas ofertas presencialmente no dia do evento, marcado para ocorrer no Prédio Administrativo do TRT, em Cuiabá.
O leilão das varas de Cuiabá e Várzea Grande incluem 44 lotes, compreendendo imóveis (apartamentos, casas, terrenos), automóveis (carros, motos, barcos, caminhos e ônibus) e outros itens, como aparelhos de ar-condicionado, impressoras, vestidos de noiva, freezer etc.
Entre os itens disponíveis no leilão estão prédios que custam de R$2 milhões, até lotes de R$ 12 mil e alguns com custo menor de R$3 mil.
Quem deseja participar pela internet precisa acessar o site do leiloeiro e se cadastrar previamente. Somente após o cadastro ser autorizado é que o interessado estará apto a ofertar os lances.
Aqueles que quiserem fazer os lances de forma presencial precisam comparecer no local no dia e hora indicados com os seguintes documentos:
- Pessoa física: documento de identificação pessoal com foto e CPF. No caso de arrematação de bens imóveis, os casados ou que convivem em união estável deverão informar o nome e CPF do cônjuge ou companheiro.
- Pessoal jurídica: cópia do Cadastro Social com as respectivas alterações e documentos pessoais do titular ou seu representante legal.

- Participação por procuração: o documento deverá conter poderes específicos para o ato de arrematação.

0 comentários:

Postar um comentário