quarta-feira, julho 18, 2018

Vacina contra gripe atinge 90% do grupo prioritário


Boletim do Ministério da Saúde aponta que, até 16 de julho, foram registrados 4.680 casos de influenza em todo o país, com 839 óbitos. Do total, 2.813 casos e 567 óbitos foram por H1N1.
Em relação ao vírus H3N2, foram registrados 991 casos e 140 óbitos. Além disso, foram 335 registros de influenza B, com 46 óbitos e os outros 541 de influenza A não subtipado, com 86 óbitos. Entre os estados, os com maiores casos são São Paulo (1.702), Ceará (376), Paraná (432) e Goiás (378). 
Quanto a vacinação, o Ministério da Saúde conseguiu atingir a meta de vacinar 90% do público-alvo da campanha. De acordo com o boletim, divulgado pela pasta, 90,19% da população prioritária está imunizada contra a doença, o que representa 51,4 milhões de pessoas.

Por regiões, a Centro-Oeste foi a que teve melhor desempenho com 99,45%, seguida do Nordeste com 94,71%, que são as únicas que ultrapassaram a meta. Norte e Sudeste apresentaram a menor cobertura vacinal contra gripe (86,61%) e (86,9), respectivamente. Na Região Sul, a cobertura, até o momento, é 88,6%.

Apesar da meta ter sido alcançada de forma geral entre a população prioritária, o grupo de gestantes e crianças - de seis meses a menores de cinco anos - continuam com cobertura vacinal contra a gripe de 77,8% e 76,5%, respectivamente.

Os estados com as taxas mais baixas de vacinação contra a gripe são Roraima, com 67,1%, Rio de Janeiro, com 77,9% e Acre, com 79,1%. Os que já atingiram a meta de vacinação foram: Goiás (106,7%), Ceará (104,3%), Amapá (100,3%), Distrito Federal (98,2%), Espírito Santo (97%), Pernambuco (96,3%), Tocantins (96,2%), Alagoas (94,7%), Minas Gerais (94,8%), Mato Grosso (94%), Maranhão (94,2%), Paraíba (93,3%), Rio Grande do Norte (92,9%), Sergipe (92,9%), Paraná (92,5%), Piauí (91,6%) e Mato Grosso do Sul (90,9%).
Com informações da Agência Brasil

0 comentários:

Postar um comentário