sábado, julho 21, 2018

Vegetais simples para reduzir colesterol em 17%


Cientistas da Universidade de Toronto, no Canadá, fizeram um estudo para analisar o potencial de vegetais – frutas, verduras, legumes e grãos integrais – para prevenir doenças cardiovasculares, como infarto e AVC.
O estudo teve como ponto de partida a “dieta portfólio”, um plano apresentado em 2011 por pesquisadores da mesma instituição como eficiente para reduzir a taxa de colesterol no organismo.
O método recomenda a ingestão diária de 42 gramas de oleaginosas, 20 gramas de fibras solúveis, 2 gramas de fitoesteróis e 50 gramas de proteína vegetal (veja abaixo alimentos que contém essas substâncias).
Publicada no periódico Progress in Cardiovascular Diseases, a metanálise canadense pesquisou 439 pessoas com hiperlipidemia que seguiram a “dieta portfólio”.
O trabalho científico descobriu que a alimentação reduziu em 17% o LDL (colesterol ruim), além de ter diminuído o nível de triglicérides no sangue e a pressão arterial.
Os benefícios trazidos pela dieta baixaram em 13% o risco de ter uma doença cardíaca nos próximos 10 anos
“Nosso estudo demonstrou que alguns tipos de vegetais são especialmente efetivos para turbinar a saúde cardiovascular geral”, concluiu Hana Kahleova, uma das pesquisadoras.
Alimentos que a “dieta portfólio” sugere 
Oleaginosas No plano canadense, o recomendado é comer 42 g por dia desse grupo de alimentos. Fazem parte dele a noz, a castanha-de-caju, a macadâmia, a avelã, o pistache.
Proteína vegetal Você encontra o nutriente principalmente nas leguminas: feijão, ervilha, grão-de-bico, lentilha e soja. A dose diária de proteína varia de pessoa para pessoa e deve ser indicada por um nutricionista, mas a dieta “portfólio” sugere 50 g do nutriente de origem vegetal.
Fibras solúveis Estão presentes em diversos vegetais, como aveia, berinjela, quiabo, maçã, laranja e frutas vermelhas. O indicado é consumir 20 g de fibras solúveis ao dia. Você geralmente consegue isso ao seguir a recomendação da Organização Mundial da Saúde de comer pelo menos cinco porções de frutas, hortaliças e legumes.
Fitoesteróis Essas substâncias têm estrutura química semelhante ao colesterol, e inibem a absorção do lipídeo no intestino. São encontradas principalmente nas sementes e grãos integrais, como nozes, castanhas, gergelim, trigo e milho. A recomendação é ingerir 2 g de fitoesteróis, o que é alcançado com uma dieta rica em vegetais.

Com informações do VivaBem

0 comentários:

Postar um comentário