sábado, agosto 11, 2018

Curiosidades sobre as orcas


Apesar de muitos chamarem as orcas de “baleias-assassinas”, o mamífero é um golfinho e não costuma atacar humanos quando vivendo em condições naturais. Por sinal, nunca se registrou um ataque a qualquer homem ou mulher em mar aberto. Essa fama de “assassina” vem por sua incrível habilidade de caçar outros animais marinhos, como focas e dugongos.
 
Para isso, as orcas utilizam dentes que chegam até 10 centímetros, e seus corpos pesados de até 9 metros para aniquilar as presas. Por andar em grupos grandes, as ações predatórias também são mais elaboradas, como se fossem estratégias de guerra.
 
As orcas são conhecidas por sua cor preta e branca, além de uma longa barbatana. Seu corpo é cilíndrico, o que lhe concede uma forma aerodinâmica e aumenta sua habilidade de nado. Segundo a National Geographic, orcas pesam até 6 toneladas e crescem até 9 metros de comprimento — a maior já encontrada possuía 9,8 metros.
 
Quase como os humanos, as orcas podem se adaptar a qualquer clima. Elas vivem em mares e oceanos que circundam quase todos os países costeiros. Esses animais também podem viver tanto nas águas quentes equatoriais quanto nas águas geladas das regiões polares. Contudo, é mais fácil encontrar as orcas em latitudes altas e próximas da costa.
 
Orcas também costumam fazer longas viagens e viver em conjunto. Um grupo foi encontrado viajando do Alasca para a Califórnia — essa distância é de mais de 2 mil quilômetros. Já sobre a quantidade de membros, as orcas são muito sociáveis e podem conviver entre até 40 animais da mesma espécie.
 
São predadores que ficam no topo da cadeia alimentar. Tirando os humanos da conta, nenhum outro animal caça as “baleias-assassinas”. Já elas se alimentam de pássaros, lulas, polvos, tartarugas-marinhas, tubarões, arraias, peixes em geral e mamíferos que se aventuram no mar, como focas e dugongos. As exceções da sua dieta incluem golfinhos e peixes-boi — além de humanos.
De acordo com o Integrated Taxonomic Information System (ITIS), as orcas estão na mesma família dos golfinhos e baleias-piloto. Elas são do reino Animalia, superclasse Tetrapoda, classe Mammalia, ordem Cetacea e seu nome científico é Orcinus orca.
 
Estudos recentes ainda indicam que é possível que existam várias espécies ou subespécies pelo mundo.
 
A população de orcas no mundo é desconhecida, segundo os órgãos responsáveis. Por causa disso, a National Oceanic and Atmospheric Administration não classificou o estado de conservação dessas “baleias”. Mesmo assim, vários grupos de orcas são protegidos.
 
No entanto, existe a caça predatória. Humanos costumam caçá-las por questões como alimentação e “competição”, pois muitos pescadores enxergam o animal como algo ruim — segundo eles, as orcas comem o cardume que seria pescado. As químicas do lixo e o óleo derramado no mar também são perigos para elas.

Fonte: Centro de Educação e Cidadania Ambiental – CECA

0 comentários:

Postar um comentário