segunda-feira, agosto 27, 2018

Misael Galvão vai comandar a Câmara de Cuiabá


Misael Galvão (PSB) tomará posse como presidente da Câmara de Cuiabá no dia 1º de janeiro de 2019. Ele foi eleito na sessão da manhã desta segunda-feira (27-08-18) presidente da Mesa Diretora da Câmara de Cuiabá para gestão do biênio 2019/2020.

Galvão recebeu o sim de 23, dos 25 vereadores da capital. Os dois que não apoiaram o seu nome foram Diego Guimarães e Felipe Wellaton. Eles disseram que não votaram na chapa de Misael por entenderem que ela foi articulada pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), que colocou como primeiro secretário o seu fiel escudeiro na casa, o vereador Adevair Cabral (PSDB).

Adevair é acusado de “emperrar” toda e qualquer ação fiscalizatória da administração atual, inclusive a CPI do paletó, que seria para investigar a participação de Emanuel no esquema de verbas pagas pelo governo que beneficiou o prefeito, quando este era deputado estadual. Pinheiro foi filmado recebendo maços de dinheiro, deixando cair pacotes no chão devido a quantidade de cédulas que recebeu.

A chapa tem Misael Galvão como presidente; Vinícius Hugueney (PP) como 1º vice-presidente; Marcos Veloso (PV) como 2º vice-presidente; Adevair Cabral (PSDB) como 1º secretário; e Orivaldo da Farmácia (PRP) como 2º secretário.
Desde que foi eleito, em 2016, Misael tinha o desejo de ser presidente da Casa. Sua vontade, porém, não foi concretizada porque a base governista decidiu por apoiar o projeto do atual presidente Justino Malheiros (PV). Os cenários mudaram nos últimos dois anos e Malheiros acabou caindo no desgosto da Prefeitura de Cuiabá, que investe agora na candidatura de Misael.

O atual presidente do Legislativo, vereador Justino Malheiros (PV) chegou a mudar o Regimento Interno da Casa de Leis para disputar à reeleição, mas, a Justiça mandou anular a alteração no Regimento e barrou a pretensão de Justino.

0 comentários:

Postar um comentário