segunda-feira, outubro 08, 2018

Nulos e brancos superam os da eleição de 2014


Foi surpreendente o número de eleitores mato-grossenses que anularam ou votaram em branco no primeiro turno das eleições 2018, realizadas neste domingo (07-10-18). Para se ter uma ideia da enormidade, basta dizer que, somando os votos registrados como nulos e brancos para o governo do Estado superou os votos destinados aos candidatos Wellington Fagundes (PR) e Pedro Taques (PSDB), que ficaram em segundo e terceiro lugar na disputa, respectivamente. A soma dos dois chegou totalizou 271.953 votos.

Agora vem os votos descartados. De acordo com os dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), dos 1.431.514 votos considerados válidos, 229.370 foram nulos e 96.484 votos foram brancos. A somatória dos votos totalizou 325.854. 

A somo de votos nulos e brancos superam as votações de Fagundes e Taques em 53.901 votos.


Já Mauro Mendes (DEM) foi eleito com 840.094 votos, que representam 58,69% do total. Com o resultado, Mauro se tornou o primeiro candidato das eleições majoritárias do Estado a desbancar um governador no cargo, que tentou a reeleição.

0 comentários:

Postar um comentário