quinta-feira, outubro 04, 2018

Segurança nas eleições de domingo vai ser feita com cerca de 4,3 mil agentes


Forças de Segurança no Estado vão empregar um efetivo de 4,3 mil agentes no domingo da eleição em primeiro turno.

A informação foi repassada nesta quarta-feira (03-10-18), quando o Tribunal Regional Eleitoral apresentou o plano de segurança para o pleito.

Segundo o TRE, o esquema contará com homens do Exército, polícias Federal, Militar e Civil, e Corpo de Bombeiros. A apresentação do plano foi coordenada pelo juiz Lídio Modesto da Silva Filho, que coordenada o Gabinete de Gestão Integrada das Eleições (GGI).

Em apoio à Polícia Federal (PF) e Exército, a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) empregará 2.299 servidores da Polícia Militar, 1.257 da Polícia Civil, 360 do Corpo de Bombeiros Militar e 80 da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

Além disso, será mantido o efetivo habitual das forças de segurança em todo o Estado, inclusive com apoio do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

“Nós fizemos o planejamento bem delineado para agir primeiro preventivamente, visando dar total tranquilidade ao cidadão e que ele possa exercer seu direito ao voto. Estaremos mobilizados em todo o estado e, se for necessário, vamos agir de forma repressiva. Nós temos um setor de inteligência muito bem desenvolvido aqui em Mato Grosso que atuará, juntamente com a Abin (Agência Brasileira de Inteligência), com base em um diagnóstico preciso e análise de risco”, ressaltou o secretário de Estado de Segurança Pública, Gustavo Garcia.


O secretário afirmou ainda que será instalado o Gabinete de Crise, a partir desta sexta-feira (05-10-18), no Centro Integrado de Comando e Controle da Sesp-MT, para monitorar e agilizar o tempo de resposta às ocorrências. Os setores de inteligência de todos os órgãos de segurança estaduais e federais também estão integrados na operação das Eleições 2018.

0 comentários:

Postar um comentário