sábado, outubro 27, 2018

Sorrir faz bem: seleção de piadas II





 Anjo da guarda/ / / / / / / /

Um sujeito estava caminhando pela rua quando ouviu uma voz misteriosa dizer:
- Pára!

No mesmo instante o sujeito parou e um tijolo caiu bem à sua frente.
Ele estranhou, mas prosseguiu. Depois de alguns segundos ele ouve novamente a mesma voz, dizendo para ele parar. Ele obedece e um caminhão descontrolado passa a dois centímetros de seu rosto.

Surpreso, ele pergunta:
- De quem é essa voz que me ajuda?
- Sou seu anjo da guarda e tenho a missão de lhe proteger. Agora que está tendo esta oportunidade de falar comigo, deve ter muitas perguntas a fazer…
- Na verdade, só tenho uma: Onde é que você estava no dia do meu casamento?

Caminho                       

Professor:
- Joaquim, diga o presente do indicativo do verbo caminhar.
- Eu caminho… tu caminhas… ele caminha…

- Mais depressa!
- Nós corremos, vós correis, eles correm!         

FRASE DO SÉCULO
"Pai, vou me divorciar. Há seis meses,minha mulher não fala comigo".
O pai fica em silêncio, bebe um gole de cerveja e diz:
"Pensa bem, meu filho, mulher assim é difícil de arranjar".

MUITA CALMA!

Entra um senhor desesperado na farmácia e grita:
- Rápido, me dê algo para diarreia! Urgente!

O dono da farmácia, que era novo no negócio, fica muito nervoso e lhe dá o remédio errado: um remédio para nervos. O senhor, com muita pressa, pega o remédio  e vai embora.
Horas depois, chega o senhor que estava com diarreia e o farmacêutico lhe diz:
- Mil desculpas senhor. Creio que por engano lhe dei um medicamento para os nervos, ao invés de algum remédio para diarreia. Como o senhor está se sentindo?

O senhor responde:
- Cagado...mas to tranqüilo.

BOA RESPOSTA

Um mecânico está desmontando o cabeçote de uma moto, quando ele vê na oficina um cirurgião cardiologista muito conhecido. Ele está olhando o mecânico trabalhar. Então o mecânico pára e pergunta:

-Ei doutor, posso lhe fazer uma pergunta?
O cirurgião, um tanto surpreso, concorda e vai até a moto na qual o mecânico está trabalhando. O mecânico se levanta e começa:

-Doutor, olhe este motor. Eu abro seu coração, tiro válvulas, conserto-as ponho-as de volta e fecho novamente, e quando eu termino,ele volta a trabalhar como se fosse novo. Como é então, que eu ganho tão pouco e o senhor tanto, quando nosso trabalho é praticamente o mesmo?

Então o cirurgião dá um sorriso, se inclina e fala bem baixinho para o mecânico:
- Você já tentou fazer como eu faço, com o motor funcionando?



0 comentários:

Postar um comentário