sábado, dezembro 01, 2018

A cada dois minutos, um adolescente é infectado pelo HIV no mundo


Se a cada dois minutos, um adolescente é infectado pelo HIV no mundo, até 2030, a estimativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) é de que 76 adolescentes morrerão todos os dias por doenças relacionadas à Aids caso não sejam revistos e ampliados os investimentos em prevenção.

Trinta anos depois do início da luta contra o HIV e a Aids, o Brasil, mesmo já tendo sido considerado referência mundial na temática e ter reduzido nos últimos quatro anos em 16% a taxa de mortalidade pela doença, não está livre do desafio de conter a epidemia na população mais jovem. Neste Dia Mundial da Luta Contra Aids, comemorado amanhã, especialistas reforçam a necessidade de políticas de educação sexual.

De acordo com o relatório Crianças, HIV e Aids: O mundo em 2030, divulgado pela Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância), cerca de 360 mil adolescentes morrerão por doenças relacionadas à doença nos próximos 12 anos.

Embora o documento aponte que o número de novos contágios de HIV entre pessoas de zero a 19 anos apresente queda de um terço em relação às estimativas atuais até o horizonte traçado, ele será menor entre adolescentes do que entre as crianças. E é considerado insuficiente para o órgão. No Brasil, 43% dos casos de HIV notificados entre 2007 e 2018 são da população entre 15 e 29 anos. 
 

0 comentários:

Postar um comentário