quarta-feira, novembro 28, 2018

Osmar Terra vai ser ministro da Cidadania, diz assessoria do governo de transição


O presidente eleito Jair Bolsonaro indicou o deputado federal Osmar Terra (MDB-RS) para ocupar a pasta da Cidadania, que vai contemplar os atuais ministérios do Desenvolvimento Social, Cultura e Esporte. O ministério será responsável pelo Bolsa Família e outros programas sociais como o Criança Feliz.
Segundo Terra, ele não ficará responsável pela área de Direitos Humanos e haverá outra pasta ou secretaria para cuidar do assunto, assim como a atual Secretaria das Mulheres. Ele também disse que a Cidadania pode ficar com algumas atribuições do atual ministério do Trabalho, mas não soube detalhar de que forma isso acontecerá.
Terra foi ministro de Michel Temer no Desenvolvimento Social e deixou o cargo em abril para concorrer à reeleição na Câmara. O nome dele é uma indicação da bancada social, que reúne parlamentares dessa área na Casa.


Quem é Osmar Terra
Osmar Gasparini Terra é médico e mestre em Neurociência. Nasceu em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, em 1950. Aos 18 anos, mudou-se para o Rio de Janeiro para cursar medicina na UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).Concluiu a graduação em 1974 e voltou para o Rio Grande.

Em 1986, Osmar Terra foi convidado a comandar Superintendente do antigo Inamps (Instituto Nacional de Assistência Médica da Previdência Social), cargo que ocupou até 1988. 

Essa experiência o credenciou como para ocupar o cargo de diretor da Secretaria Estadual de Saúde na gestão do governador Pedro Simon (1987-1991).

No ano seguinte, Terra elegeu-se prefeito de Santa Rosa, município que fia a 490 km de Porto Alegre. Com apoio de diferentes partidos, foi eleito prefeito para o mandato entre 1993-1996.
Em maio de 2016, Osmar Terra foi nomeado ministro do Desenvolvimento Social pelo presidente Michel Temer. 

Em sua atuação no Congresso Nacional, Osmar Terra foi autor da lei 13.257/2016, que instituiu o Marco Legal da Primeira Infância.
 

0 comentários:

Postar um comentário