domingo, dezembro 09, 2018

Cinco sinais de que está na hora de trocar seu roteador; faça aqui teste de velocidade de sua conexão à internet




Ter internet em casa atualmente, é quase como ter água: item básico e essencial. Prova disso é que 85,6 milhões de brasileiros têm internet em suas residências, o equivalente a 49,4% da população, segundo dados do IBGE.
O roteador, além de ser o responsável por distribui o sinal desta conexão, é peça importante para garantir a segurança e a força da conectividade, no entanto, essa peça-chave, tem via útil, e pode, depois de um certo tempo, perder o desempenho. "Com o uso cada vez mais massivo de smartphones e tablets, bem como o aumento do consumo de  streaming de filmes, substituir o roteador antigo é fundamental", ressalta Rodrigo Paiva, gerente de produtos da D-Link América Latina. Se atente a estes 5 sinais para saber se está na hora de aposentar o velho aparelho e adquirir um novo. 

Rede Wi-Fi lenta: Se você notou que sua conexão com a internet não está muito rápida, mesmo após contratar um serviço de mais de 5 Mbps junto à sua operadora, é possível  que você esteja tendo problemas com seu roteador.
Problemas no alcance de sinal:  Para quem mora em uma casa grande ou em um apartamento antigo com paredes grossas pde ser comums ter problemas com o sinal de Wi-Fi. O caminho pode ser  investir em um roteador com uma grande potência, como os da tecnologia 11AC.
Vários dispositivos conectados à rede: Quando há vários dispositivos conectados ao mesmo tempo na rede Wi-Fi, a velocidade de conexão diminui e o problema se agrava se o roteador é antigo ou tem velocidade abaixo de 300 Mbps. Outro fator que interfere não é apenas o número de conexões, mas o uso que cada uma das pessoas da casa faz na rede. Escolha um roteador específico para esse tipo de demanda.
Falta de segurança: É possível que um roteador com vários anos de uso não disponha das ferramentas necessárias para cuidar de seus dados e de sua privacidade. Alguns roteadores contam com a funcionalidade de nuvem (cloud), que permite, por exemplo, ver quem está conectado à sua rede, acessar o seu histórico de navegação e, inclusive, bloquear páginas que não deseja que sejam acessadas por seus filhos.
Interferências na rede: O problema  pode estar no roteador antigo, que além de não ter a velocidade e o desempenho necessários para atender as demandas, utilizam como padrão apenas a banda de 2,4Ghz. O ideal, para garantir maior tranquilidade, e evitar interferências com aparelhos como o microondas e o telefone sem fio, é procurar roteadores que operem, além da banda de 2,4Ghz, com 5Ghz – são os equipamentos chamados dual band.

Quer testar o desempenho da sua conexão? Faça testes de velocidade (existem serviços gratuitos disponíveis na internet como, por exemplo, o speedtest) e compare se está alcançando o desempenho e a capacidade que realmente contratou junto à sua operadora. Analise se é um problema de serviço ou se chegou a hora de substituir seu roteador.

Fonte: Yahoo

0 comentários:

Postar um comentário