segunda-feira, janeiro 28, 2019

Governo manda fiscalização a barragem de alto risco da Vale em MS


O Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) anunciou nesta segunda-feira (28-01-19) a formação de um grupo de trabalho para fiscalizar, em caráter emergencial, uma barragem da Vale em Corumbá, na região oeste do Estado. A Barragem de Gregório, na Morraria do Urucum, é similar à de Brumadinho (MG), que se rompeu na última sexta-feira (25-01-19) e considerada de dano potencial alto. A capacidade, de 9,3 milhões de m3 de rejeitos de minério de ferro, é pouco menor que a da barragem que rompeu, de 12 milhões de m3. Em caso de rompimento, os rejeitos afetariam o bioma do Pantanal.
Conforme o governo do MS, duas outras barragens de rejeitos de mineração em Corumbá, das empresas MMX e Vetorial, também serão fiscalizadas a partir desta terça-feira (29-01-19).
O grupo de trabalho inclui agentes e técnicos do Ibama, Agência Nacional de Mineração (ANM), Corpo de Bombeiros, Polícia Militar Ambiental e Defesa Civil, além do Imasul. Antes das vistorias in loco, a equipe se reúne, nesta terça, com representantes da Vale, MMX e Vetorial para analisar os planos de monitoramento das barragens e os sistemas de segurança.

0 comentários:

Postar um comentário