sexta-feira, janeiro 25, 2019

Saiba a importância de estar em dia com a vacinação


A conscientização sobre a importância da vacina é um assunto bastante discutido atualmente. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), elas atuam na defesa do organismo contra agentes infecciosos e bacterianos e são instrumentos de proteção (tanto individual quanto coletivo) essenciais para blindar o corpo contra doenças que ameaçam a saúde, em todas as idades.
Essa proteção está disponível gratuitamente no Sistema Único de Saúde (SUS) por meio do Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde (MS). O programa foi criado 1973 e desde então, são oferecidas à população mais de 300 milhões/ano de doses das 19 vacinas recomendadas pela OMS. Elas são entregues aos estados e municípios visando à imunização de crianças, adolescentes, adultos e idosos.
Na série histórica da OMS e MS, os dados apontam que doenças altamente contagiosas e bastante comuns no passado – como a Difteria, o Tétano, a Paralisia Infantil, o Sarampo, a Caxumba e a Rubéola – praticamente já não existem mais no Brasil graças ao elevado índice de imunização que estava sendo mantido até então.
Entretanto, estudos recentes dos órgãos mostram que houve queda na imunização e a ausência de manter este cuidado rotineiro em dia, está fazendo com que o Sarampo, Meningite, Coqueluche, Hepatite, entre outras consideradas graves e até estão controladas, assombrarem novamente a população.  
“Nos últimos anos, temos registrado surtos de algumas doenças consideradas já controladas, como o Sarampo, a Caxumba, a Coqueluche, entre outras, e o surgimento de novas enfermidades. Por isso, é muito importante que não apenas as crianças, mas também os adultos mantenham os cartões de vacinação atualizados”, diz trecho de recomendação do Ministério da Saúde.
Em Cuiabá, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) disponibiliza as imunizações em todas as unidades de saúde da Atenção primária, divididas em 60 salas de vacinas. (Com ressalvas às unidades que estão em reformas).
Para melhor atender o cidadão, o coordenador de Programas Estratégico da SMS, Wellington Assunção explica que embora a rede pública de Saúde da Capital oferte de segunda a sexta-feira, das 08h às 16h30 todo o calendário de imunização que vai da infância até a fase idosa da vida, a vacina de febre amarela, Tríplice Viral e BGC são oferecidas à população com calendário diferenciado haja vista que não há possibilidade de abertura de lotes diariamente, já que após abertos, as doses devem ser aplicadas em até seis horas.
“O Agendamento se faz necessário devido ao curto tempo de validade dessas vacinas, que após abertura dos frascos multidoses a BCG e a tríplice possui validade de seis horas e a Febre Amarela (FA) de quatro a seis horas. Dessa forma, para evitar o desperdício dessas imunizações que são tão fundamentais para a vida da população concentramos os atendimentos em dois dias específicos em cada sala vacinal”, explicou.

No cronograma, a Tríplice Viral é realizada nas mesmas datas e horários da Febre Amarela e podem ser agendadas em Unidades Básicas de Saúde (UBS) e nas unidades do Programa de Saúde da Família (PSF).
Ascom

0 comentários:

Postar um comentário