sábado, março 02, 2019

Fobia: Você tem?

                                                         
O que é Fobia?

Uma fobia é um medo persistente e irracional de um determinado tipo de objeto, animal, atividade ou situação que represente pouco ou nenhum perigo.
Causas

Fobias específicas são um tipo de transtorno de ansiedade em que a exposição aos estímulos temidos pode provocar ansiedade extrema ou ataques de pânico. As fobias específicas estão entre os distúrbios psicológicos mais comuns, afetando até 10% da população.

Fobias comuns incluem o medo de:
Sangue, injeções e outros procedimentos médicos, alguns animais (por exemplo, cachorros ou cobras), espaços fechados, voar, lugares altos, insetos ou aranhas e até relâmpagos
Exames

O médico perguntará a você sobre seu histórico de fobia, seu comportamento, sua família e seus amigos.

Os sinais incluem:

Pressão sanguínea elevada e frequência cardíaca acelerada

Sintomas de Fobia
Se exposto ao objeto temido, ou mesmo pensar em ser exposto a ele, causa uma reação de ansiedade. Esse medo da ansiedade é fora de proporção (muito mais forte) em relação à ameaça real.

A pessoa pode apresentar transpiração excessiva, problemas para controlar os músculos ou ações ou frequência cardíaca acelerada.

A pessoa evita situações nas quais pode ocorrer o contato com o objeto ou animal temido, por exemplo, evitam dirigir em túneis, se tiverem fobia de túneis. Esse tipo de ação pode interferir no trabalho e nas interações sociais.

A pessoa pode se sentir fraca ou covarde e perder a autoestima ao evitar o objeto da fobia.
Buscando ajuda médica

Marque uma consulta com seu médico ou profissional de saúde mental se uma fobia simples estiver interferindo em suas atividades diárias.
Tratamento de Fobia

O objetivo do tratamento é ajudá-lo a sentir-se bem. O sucesso do tratamento normalmente depende da gravidade da fobia.

A dessensibilização sistemática é uma das técnicas usadas para tratar fobias. Você deve relaxar e imaginar os componentes da fobia, trabalhando do menos assustador ao mais assustador. A exposição gradual à situação na vida real também foi usada com sucesso para ajudar as pessoas a superar seus medos.

Medicamentos antiansiedade e antidepressivos são utilizados às vezes para aliviar os sintomas das fobias. Consulte: Sindrome do pânico para obter mais informações sobre medicamentos.

Terapias comportamentais devem ser usadas junto com a terapia medicamentosa. Isso inclui:

Terapia cognitivocomportamental, que abrange aprender a reconhecer e substituir os pensamentos causadores de pânico

· Exposição

· Visualização mental de coisas prazerosas

· Técnicas de relaxamento

O tratamento comportamental parece ter benefícios duradouros.

Exercícios regulares, sono adequado e refeições regulares podem ajudar a reduzir a frequência dos ataques. Reduzir ou evitar o uso de cafeína, alguns remédios para gripe vendidos sem receita e outros estimulantes.

Centros de tratamento de fobias e terapia em grupo estão disponíveis em alguns locais para ajudar as pessoas a lidar com fobias comuns, como o medo de voar.
Expectativas

As fobias costumam ser crônicas, mas podem responder ao tratamento.
Complicações possíveis

Algumas fobias podem ter consequências que afetam o desempenho no trabalho e a interação social. Alguns medicamentos antiansiedade usados para tratar fobias, como benzodiazepinas, podem causar dependência física.


Solimar Siqueira

0 comentários:

Postar um comentário