quarta-feira, abril 17, 2019

Cuiabá não terá o Peixe Santo neste ano e prefeitura quer botar a culpa no MPE, que por sua vez desmente o prefeito


Este ano seria a 28ª edição do projeto Peixe Santo. Seria, porque a prefeitura de Cuiabá, ao invés de atender as determinações de exigências para a realização do evento – feitas pelo Ministério Público - achou mais comodo cancelar o projeto. Mais uma das pixotagem do paletó que derruba dinheiro – digo, Emanuel Pinheiro.  
A Prefeitura de Cuiabá disse, em nota, que o cancelamento das vendas foi determinado pelo Ministério Público Estadual, que exigia do prefeito o cumprimento de todas as normas sanitárias sobre a procedência, a qualidade, o transporte a armazenamento do pescado comercializado à população".
A medida determinada pelo Ministério Público Estadual é em virtude da constatação de inconformidades no cumprimento de exigências de órgãos fiscalizadores, como a falta de documentação obrigatória.
No entanto, a 6ª Promotoria de Justiça Cível informa que não recomendou a suspensão da 28ª edição do projeto, mas exigiu que fossem observadas todas as normas sanitárias sobre a procedência, a qualidade, o transporte a armazenamento do pescado comercializado à população.
Como se vê o homem do paletó ainda não desceu do palanque e quer só fazer jogo de cena.
No ano passado, a administração municipal assumiu expressamente o compromisso de que adotaria as providências necessárias para corrigir as falhas sanitárias detectadas no comércio de pescado durante a Semana Santa, contudo, como essas garantias não foram apresentadas, o próprio gestor cancelou a realização do projeto.

0 comentários:

Postar um comentário