quarta-feira, setembro 20, 2017

Boris Casoy paga indenização após humilhar gari na TV


Após oito anos, a Justiça brasileira condenou o apresentador Boris Casoy e a TV Bandeirantes a pagar indenização de R$ 60 mil por danos morais ao gari pernambucano que foi humilhado por um comentário durante o Jornal da Band. O valor inicial do processo era de R$ 21 mil e o valor foi corrigido. A quantia já foi depositada na conta de José Domingos de Melo.

Na época, o trabalhador fez uma rápida participação no jornal, em dezembro de 2009, desejando felicidades aos telespectadores. Após as imagens terem ido ao ar, o áudio de um comentário de Casoy vazou no estúdio. "Que merda, dois lixeiros desejando felicidades do alto das suas vassouras. O mais baixo da escala do trabalho". As declarações tiveram repercussão na internet e o jornalista foi acusado de preconceito e discriminação. Os advogados de Boris afirmaram que ele "não pretendeu degradar a profissão de varredor de rua" e alegaram que o comentário foi "em tom de brincadeira". 

José Domingos é pernambucano e mora em São Paulo há 12 anos. Ele havia sido recém-contratado pela empresa quando participou do programa em 2009. Durante o processo ele foi representado por advogados da Femaco, federação que protege os garis do Estado de São Paulo. "Sempre acreditei na justiça. Sabia que uma hora ou outra isso iria acontecer. Muitos colegas diziam que era para eu desistir, que não ia dar em nada e que nós, trabalhadores, somos invisíveis perante a sociedade. Mas eu insisti, acreditei no sindicato e na justiça", disse o trabalhador no portal da federação. 

O trabalhador informou que pretende usar o dinheiro paga pagar dívidas, ajudar a mãe Maria Ferreira, de 75 anos, que vive em Pernambuco e vai reformar sua casa. Ele também tem o desejo de promover um churrasco para os amigos do trabalho. "Nossa profissão é digna e merece respeito como qualquer outra. Não é justo alguém nos tratar com desdém, desmerecendo a atividade que exercemos. Espero que isso sirva de lição", completou.


Diário de Pernambuco 
 

Por Lula, PT cogita boicotar eleições de 2018


Com as possibilidades de o ex-presidente Lula ser candidato a presidente cada vez menores, o PT trabalha com a hipótese de boicotar as eleições do ano que vem, de acordo com reportagem da BBC Brasil.
Nesse caso, além de não lançar um nome para disputar o mais alto cargo do País, nomes do partido também não disputariam cargos de senador ou deputado e se dedicariam a uma campanha internacional para denunciar o que chamam de rachadura na democracia.
“O que estamos denunciando é que o impedimento de Lula seria uma fraude nas eleições. (O boicote) é uma coisa que não está sendo oficialmente discutida ainda, mas vai caminhar para isso se ele for impedido de ser candidato. É um processo que não tem base jurídica”, afirmou à BBC Brasil a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann.
Lula já tem uma condenação em primeira instância no âmbito da Lava Jato. No processo, ele é acusado de receber um tríplex da OAS como forma de propina, o que nega. A situação do ex-presidente também se agravou depois do depoimento do ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci.
Se a sentença for confirmada em segunda instância, a candidatura do líder petista fica barrada pela Lei da Ficha Limpa.
No entanto, de acordo com a BBC, ainda não há consenso dentro do partido. Enquanto alguns defendem que essa seria uma saída honrosa para o partido, outros enxergam a postura como arrogância.
O partido já decidiu que irá recorrer ao Supremo Tribunal Federal para liberar Lula a concorrer em caso de condenação em segunda instância.
À BBC Brasil, a presidente da legenda admitiu que não existe plano B para o caso de o ex-presidente ser impedido de concorrer. Os nomes dos ex-prefeito de São Paulo e do ex-governador da Bahia Jaques Wagner estão sendo ventilados como alternativas.

“Não temos plano B. Plano B para quê? Haddad? Jaques Wagner? Plano B é para perder a eleição? Nosso nome competitivo é o Lula e é com ele que vamos para a eleição”, diz Gleisi. 
 

Seca deve aumentar valor de conta de luz em outubro, diz Aneel


O diretor-geral da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), Romeu Rufino, disse que a seca deve levar ao acionamento da bandeira vermelha no mês de outubro. Atualmente, vigora a bandeira amarela.

De acordo com Rufino, não está descartada a possibilidade de que seja acionado o segundo patamar da bandeira vermelha, que adiciona R$ 3,50 a cada 100 quilowatt-hora (kWh) consumidos. No primeiro patamar, a taxa da bandeira vermelha é de R$ 3,00 a cada 100 kWh. Na bandeira amarela, a cobrança é de R$ 2,00 a cada 100 kWh, e na bandeira verde, não há taxa extra.
— O regime hidrológico é desfavorável, o custo da energia é crescente e o custo de acionamento das térmicas mais caras, dentro ou fora da ordem de mérito, vai elevar o custo da geração de energia. É possível que no mês que vem possamos acionar a bandeira vermelha no patamar 2? É possível.
Na semana passada, o preço da energia no mercado à vista (PLD) atingiu o teto de R$ 533,82, o que, por si só, já indicaria o acionamento da bandeira vermelha. Dependendo da quantidade de termelétricas mais caras a serem acionadas, o custo do sistema pode levar ao acionamento do segundo patamar da bandeira vermelha.
Rufino disse que não há nenhum risco de desabastecimento, mas ressaltou que o custo da energia deve ficar mais caro nos próximos meses em razão do regime de chuvas, que não tem sido favorável há meses.
Para atender ao consumo sem que haja um forte aumento na conta de luz, o governo deve elevar a importação de energia oriunda da Argentina e do Uruguai. Se houver sobras nos países vizinhos, é possível que menos termelétricas sejam ligadas, reduzindo o custo global da energia no País. Rufino reconheceu, porém, que outras ações terão que ser adotadas.
O governo também estuda a possibilidade de realizar uma campanha publicitária de incentivo à economia de energia.

De acordo com relatórios meteorológicos que chegam ao governo, o solo da Amazônia está seco, o que impede a formação de nuvens que, depois, se convertem em chuvas no Sudeste e Centro-Oeste, onde estão os principais reservatórios das hidrelétricas do País. 
 

Vasco chega a acordo por renovação com Martín Silva


O Vasco chegou a um acordo pela renovação de contrato do goleiro Martín Silva. As conversas neste sentido já aconteciam há pouco mais de um mês e era da vontade de ambas as partes este acerto. A informação foi dada pelo "Globoesporte.com" e confirmada ao UOL Esporte pelo empresário do uruguaio, Régis Marques.
O atual contrato de Martín Silva vai até o fim de 2019 e, por conta da legislação brasileira, ele só poderá assinar o novo a partir do ano que vem, uma vez que o país só permite dois anos de vínculo empregatício para estrangeiros.
Martín Silva já despertou o interesse de outros clubes como Boca Juniors, da Argentina, e São Paulo, mas sempre deu preferência ao Vasco.
No clube desde o início de 2014, ele se tornou rapidamente ídolo dos cruzmaltinos, que vinham de um trauma na posição com o rebaixamento no Campeonato Brasileiro de 2013.
Além do Vasco, Martín Silva costuma servir constantemente a seleção uruguaia. O goleiro, inclusive, foi convocado para os próximos jogos de seu país nas Eliminatórias para a Copa do Mundo.

Folha Press 
 

Comandante do Exército descarta punir general que sugeriu intervenção


O comandante do Exército brasileiro, Eduardo Villas Bôas, afirmou que o general Antônio Hamilton Mourão não receberá punição por ter sugerido uma intervenção das Forças Armadas no país.
Em sua primeira manifestação sobre o tema, o comandante disse ao apresentador Pedro Bial que já conversou com Mourão "para colocar as coisas no lugar, mas punição, não".
Em meio a questões envolvendo a crise política, ele ainda declarou que a possibilidade de intervenções militares "ocorre permanentemente" e disse que "as Forças Armadas têm mandato para fazer [uma intervenção militar] na iminência de um caos".
A entrevista foi exibida na noite desta terça-feira (19-09-17) pela TV Globo.
Na segunda-feira (18-09-17), o ministro da Defesa, Raul Jungmann, pediu explicações a Villas Bôas sobre o incidente. Em nota, o ministro afirmou que foram discutidas "medidas cabíveis a serem tomadas" em relação ao general Mourão.
Apesar de o ministro ter pedido explicações sobre o incidente, Villas Bôas, que ocupa o cargo mais alto na hierarquia das Forças, é o responsável legal por decidir o que fazer sobre Mourão, a quem chamou de "um grande soldado, uma figura fantástica, um gauchão".
Na última sexta-feira (15-09-17), Mourão afirmou que "seus companheiros do Alto Comando do Exército" entendem que uma "intervenção militar" poderá ser adotada se o Judiciário "não solucionar o problema político", em referência aos escândalos de corrupção envolvendo políticos.
Secretário de economia e finanças da Força, o general falava em palestra promovida pela maçonaria, em Brasília.
Villas Bôas negou que Mourão tivesse desrespeitado a legislação que proíbe oficiais da ativa de se manifestarem sobre o quadro político-partidário. Para ele, a fala do colega foi descontextualizada e mal interpretada.
Ele ainda deu a entender que as Forças Armadas podem, sim, agir em assuntos relacionados à crise política.
"Se você recorrer ao que está na Constituição, no artigo 142, como atribuição das Forças Armadas, diz que as Forças podem ser empregadas na garantia da lei e da ordem por iniciativa de um dos poderes", afirmou.

Como exemplos, citou as recentes atuações do Exército para conter ondas de violência no Espírito Santo e no Rio de Janeiro. 
 

Resumo de novelas - 20 de Setembro




MALHAÇÃO VIVA A DIFERENÇA
Tina discute com Anderson. Keyla e Tina compõem uma música para a apresentação na Balada Cultural. Guto ajuda Benê a se defender da provocação de K1 e K2. Lica confronta Marta. Tina recebe uma mensagem de um produtor musical interessado em seu trabalho. Lica e Clara fazem as pazes. Ellen anuncia a Bóris que aceita ser aluna do Colégio Grupo. Jota comenta com Malu sobre a bolsa de estudos oferecida a Ellen. Benê conversa com Guto sobre Clara. Anderson descobre que Samantha armou para se encontrar com ele. Edgar confronta Bóris sobre a bolsa de estudos de Ellen.
   www.siqueiranews.com

NOVO MUNDO
Domitila chega ao Paço para a cerimônia e Chalaça impede sua entrada. Domitila convence Licurgo a ajudá-la a se encontrar com Dom Pedro. Ferdinando conta a Cecília e Libério sobre a prisão de Diara e Matias. Leopoldina encontra com a rival no Paço. Viriato avisa a Elvira da chegada de Cosette. Cecília se enfurece com Sebastião. Greta provoca Diara e acerta com Egídio a transferência da cunhada para um convento. Dom Pedro flagra a discussão entre Leopoldina e Domitila e expulsa a amante do Paço. Sebastião decide usar Idalina para punir Matias. 
  www.siqueiranews.com

PEGA PEGA
Mônica e Evandro permanecem calados na delegacia. Mônica é presa. Sabine manda Tânia convencer Dílson a falar com ela. Dom comenta com Cristóvão que Sabine tem uma doença no coração. Sabine causa surpresa em Malagueta ao afirmar que ele deve morar com ela. Eric pede a Luiza para parar de investigar o acidente de Mirella. Bebeth convida Tereza e Borges para participar do jantar que promoverá na cozinha do hotel. Ingrid percebe que, sem querer, entregou para Luiza a pasta de Eric com dados sobre as movimentações de suas contas pessoais. Luiza descobre que Eric fez depósitos na conta de Isabel.
  www.siqueiranews.com

A FORÇA DO QUERER
Irene afirma a Mira que confrontará Elvira. Garcia se preocupa com o plano de Elvira para pressionar Irene e reaver suas joias. Joyce sente vergonha de sair com Ivan. Irene cobra de Eugênio as compras que fez para seu bebê. Zeca e Jeiza discutem. Abel e Zeca sonham em voltar para Parazinho. Edinalva comenta que pensa em voltar para sua cidade e Cândida acredita que a amiga esteja apaixonada por Abel. Silvana sonda Joyce sobre Irene. 
  www.siqueiranews.com

O RICO E LÁZARO
Daniel discursa no funeral do rei. Ele fala da ligação de Nabucodonosor com o Senhor dos hebreus. Na Casa de Ravina, Dana surpreende a todos e diz ser contra a presença de Joaquim e Edissa. Zac se recusa a adotar um filho com Malca. Neusta agradece pela fidelidade de Ebede-Meleque. Hurzabum toca durante o funeral do rei. Aliatis, servo de rei, avisa que deseja partir com o soberano. Beroso explica se tratar de um costume antigo. Madai tenta impedir o pai de se matar. Zabaia se surpreende ao rever Shag-Shag. Tamir e Shamir descobrem que Larsa está vivo. Eles questionam as esposas, que ficam sem graça.
   www.siqueiranews.com

NO LIMITE DA PAIXÃO
O advogado de Frida comunica a Otávio que ele está sendo acusado de dar mal exemplo a seu filho levando-o para viver na casa de sua amante, e isso é motivo para que ele perca a guarda do menino. Frida diz que vão começar uma guerra e afirma que será a vencedora. Dr. Edgard diz aos familiares de Gabriel que o perigo maior já passou e que há uma grande possibilidade de que ele se recupere. O advogado de Otávio o aconselha a voltar imediatamente para a mansão, caso contrário, perderá a guarda do filho. Desesperado, Otávio volta a ligar para o Dr. Ramos e pede que ele faça imediatamente o teste de DNA dos meninos. 
  www.siqueiranews.com

UM CAMINHO PARA O DESTINO
Fernanda não sabe como dizer a verdade para Camila, pois não quer perder sua amizade, mas também não quer perder o amor de Carlos. Marisa tenta acalmar Isabela dizendo que ela e Carlos estão passando por uma crise no relacionamento, mas acabarão se casando. Carlos agride Luiz depois de saber que ele tentou atropelar Fernanda e ameaça matá-lo se voltar a se aproximar dela. Furioso, Luiz diz a Marisa que Carlos acaba de ganhar um inimigo e o culpa por ter perdido o processo. Isabela está disposta a se vingar de Fernanda e fazê-la pagar por tudo.


LOA 2018 de VG prevê receita de R$ 733,5 milhões


Várzea Grande prevê em sua Lei Orçamentária Anual – LOA para o ano de 2018 R$ 733,5 milhões para investimentos. A LOA 2018 foi protocolada pelo secretário municipal de Planejamento, Edson Roberto Silva, na câmara de vereadores e agora aguarda análise e votação da Casa Leis para posterior sanção da prefeita Lucimar Sacre de Campos.

O documento prevê uma receita própria de R$ 733,5 milhões para o exercício de 2018 sem contar com recursos de repasses Federal e Estadual. Essa receita é formada pela projeção de orçamento fiscal de R$ 534 milhões, o que representa um aumento de 4% se comparado ao orçamento que está sendo executado neste ano de 2017, e, para investimentos em seguridade social, a qual compreende saúde, assistência social e previdência, uma previsão de R$ 199 milhões.

Segundo o secretário Edson Roberto Silva, a Administração Municipal também aguarda as votações e aprovações do Plano Plurianual (PPA) de 2018/2021 e a da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2018, que já foram encaminhados pela prefeita Lucimar Sacre de Campos aos vereadores. “Elaboramos esses documentos com a participação popular, através das audiências públicas. A receita prevista para o próximo ano faz parte de uma dotação global de R$ 2,7 bilhões para aplicação e execução nos próximos quatro anos”.

Entre as áreas essenciais, estão educação e cultura, saúde, obras e infraestrutura urbana. Ao Poder Executivo serão destinados R$ R$ 659,6 milhões, divididos entre 20 órgãos, contando a Câmara Municipal que receberá orçamento previsto em R$ 16,843 milhões, além de pouco mais de R$ 573 mil para reserva de contingência. A administração indireta, Departamento de Água e Esgoto (DAE/VG) e Previvag tem previsão orçamentária de R$ 73,9 milhões. Totalizando os R$ 733,5 milhões previstos para o exercício de 2018.

A Secretaria de Educação receberá o maior investimento, com valor de R$ 207 milhões sendo R$ 37 milhões do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB) e R$ 170 milhões de receita própria. Na sequência aparecem as Secretarias de Saúde e de Obras, com repasses de R$ 141 milhões e R$ 126 milhões, respectivamente.

O projeto de maior impacto estrutural na cidade segue sendo o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), que sozinho tem orçamento global garantido de quase R$ 500 milhões de Recursos Federais com contrapartida do município de Várzea Grande, para os próximos quatro anos, cujas etapas são anualmente executadas e concluídas, e estão transformando a cidade de Várzea Grande, ao reforçar e implantar redes de esgotamento sanitário, rede de abastecimento de água, habitação e pavimentação em diversos bairros da cidade. 
 

Horoscopo de hoje - 20 de Setembro


Áries (21/03 a 20/04)
Para não se forçar a ir além do que está a seu alcance, é preciso aceitar seus limites e perceber quando as coisas estão atravancadas. É tempo de aprender com as experiências e evitar a repetição.
www.siqueiranews.com

Touro (21/04 a 20/05)
Quando não for bem aproveitado, o excesso de energia pode deixá-lo estressado. O melhor seria tirar vantagem disso e fazer o que está dominado pela preguiça. É tempo de canalizar o acúmulo de energia.
www.siqueiranews.com

Gêmeos (21/05 a 20/06)
O melhor caminho para evitar frustrações é não se deixar seduzir facilmente pelas fantasias. É tempo de saber lidar com as situações que não correspondem a seus desejos e vontades.
www.siqueiranews.com

Câncer (21/06 a 21/07)
Ao sentir uma “deprê”, o melhor é seguir as suas vontades. Isso será capaz de lhe devolver a alegria. É tempo de entender a paixão como possibilidade de ver as coisas como deveriam ser vistas.
www.siqueiranews.com

Leão (22/07 a 22/08)
O ego, por orgulho, não enxerga o exagero. A vaidade em excesso pode se tornar uma grande armadilha. É tempo de olhar para o lado para perceber as coisas que estão para além de si mesmo.
www.siqueiranews.com

Virgem (23/08 a 22/09)
As emoções precisam ser filtradas para evitar interferências na comunicação. Afinal, a razão pode não dar conta da emoção. É tempo de entrar em contato com o que sente para tomar decisões.
www.siqueiranews.com

Libra (23/09 a 22/10)
Talvez você precise contar com o apoio da paciência para que as suas emoções fiquem em equilíbrio. É tempo de encontrar um modo de conseguir lidar com os desafios dos relacionamentos.
www.siqueiranews.com

Escorpião (23/10 a 21/11)
É importante saber que você tem força suficiente para superar as fraquezas quando está enfrentando os próprios erros. É tempo de entender que o verdadeiro vencedor sabe tratar de suas feridas.
www.siqueiranews.com

Sagitário (22/11 a 21/12)
O desejo de ampliar o autoconhecimento pode ser satisfeito através de um mergulho interno. É tempo de entrar em contato com as emoções mais íntimas e entender a base de suas inseguranças.
www.siqueiranews.com

Capricórnio (22/12 a 20/01)
Você pode se sentir aberto para manifestar as suas emoções se a atmosfera for de confiança. Ainda assim, é preciso um esforço para agir. É tempo de cultivar a capacidade de expor seus sentimentos.
www.siqueiranews.com

Aquário (21/01 a 19/02)
Não é mais possível adiar novos planos. Principalmente ao ver a estagnação de pessoas próximas. É tempo de confiar na sua capacidade de promover mudanças importantes na vida das pessoas.
www.siqueiranews.com

Peixes (20/02 a 20/03)
O momento pode ser de ansiedade. A vontade de mudar talvez seja maior do que sua preparação para efetivar a mudança. É tempo de ter a tranquilidade de saber o melhor momento para começar.

Unemat está com inscrições abertas para 10 programas de mestrado e doutorado


A Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) está com editais de seleção para os programas de pós-graduação em nível de mestrado e/ou doutorado em Biodiversidade e Agroecossistemas Amazônicos, Ciências Ambientais, Educação, Estudos Literários, Genética e Melhoramento de Plantas, Geografia, Linguística e os mestrados profissionais oferecidos em Rede Nacional, em Letras, História e Matemática. Cada programa tem prazo de inscrição, critérios de seleção e local de oferta específicos, conforme previsto em edital.
Biodiversidade e Agroecossistemas Amazônicos (mestrado) – Campus de Alta Floresta oferece 16 vagas. As inscrições podem ser feitas até 13 de outubro.
Ciências Ambientais (mestrado e doutorado): Inscrições encerra-se em 25 de setembro. São ofertadas 22 vagas para o mestrado e 18 vagas para o doutorado. 
Educação (mestrado)- O mestrado em Educação, ofertado em Cáceres. São 26 vagas, abertas a portadores de diploma de curso superior em qualquer área do conhecimento. As inscrições podem ser realizadas até 05 de outubro.
Estudos Literários (mestrado e doutorado)- São 11 vagas para mestrado e 9 para doutorado. O programa é desenvolvido no campus de Tangará da Serra. Inscrições até 11 de outubro. 
Genética e Melhoramento de Plantas (mestrado)- São disponibilizadas 24 vagas, sendo 12 para cada linha de pesquisa. As disciplinas são ofertadas em Alta Floresta, Cáceres, Sinop e Tangará da Serra. O período de inscrição encerra-se em 10 de outubro. 
Geografia (mestrado)- Inscrições abertas até 16 de outubro, aos portadores de em Geografia e áreas afins. São de 15 vagas. O programa é oferecido em Cáceres.
Linguística (mestrado e doutorado)- O programa de pós-graduação stricto sensu em Linguística oferta 24 vagas para o mestrado e 18 para o doutorado. Desenvolvido em Cáceres. Inscrições até 27 de outubro. 
Profletras - Segue até o dia 02 de outubro o prazo de inscrição ao Mestrado Profissional em Letras (Profletras). A Unemat disponibiliza 33 vagas, sendo 18 no câmpus de Cáceres e outras 15 em Sinop.
ProfHistória - 20 vagas são oferecidas pelo Mestrado Profissional em Ensino de História têm até o dia 28 para se inscrever.
ProfMat- No campus da Unemat em Sinop, podem se inscrever até o dia 15 de setembro. Estão sendo oferecidas 15 vagas.

Para se inscrever é necessário que os candidatos sejam professores em exercício no ensino básico, especialmente na escola pública.  
 

Veja os destaques de jornais de circulação nacional - 20 de setembro



O Globo
Trump faz discurso belicoso na ONU e alarma o mundo
Até líderes de países aliados dos Estados Unidos condenaram o discurso do presidente americano, Donald Trump, na Assembleia Geral da ONU. Em tom agressivo, estranho a um fórum multilateral, Trump ameaçou “destruir totalmente” a Coreia do Norte, país de 25 milhões de habitantes; atacou o acordo nuclear com o Irã, que classificou de “embaraço para os EUA”; e sugeriu que agirá contra o governo do venezuelano Maduro. A reação mais imediata foi do francês Macron, que defendeu “o bom” acordo com o Irã e disse que a França segue acreditando no diálogo com os norte-coreanos. Já o israelense Netanyahu apoiou Trump.

Raquel só mantém dois da Lava-Jato
A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, manteve apenas dois dos dez procuradores da equipe da Lava-Jato. As delações devem ter menos peso a partir de agora. Entre suas diretrizes estão o aprofundamento das investigações, a técnica e a discrição.
 www.siqueiranews.com

O Estado de São Paulo
Deputados rejeitam sistema do distritão para eleição de 2018
Em votação que encerrou uma discussão de meses, o plenário da Câmara dos Deputados rejeitou, na noite de ontem, a mudança do sistema de eleição para o Legislativo do País. Os parlamentares recusaram a proposta de transição do atual sistema, chamado de proporcional, para o distritão nas eleições de 2018, quando serão eleitos deputados estaduais e federais, e de 2020, para a escolha de vereadores. Em 2022, entraria em vigor o distrital misto. A proposta de emenda à Constituição teve 205 votos favoráveis, mas, por se tratar de uma PEC, eram necessários 308 para sua aprovação. Votaram contra o texto 238 deputados. A matéria foi derrubada em primeiro turno e não pode mais ser discutida no Congresso Nacional neste ano.

Lula vira réu por corrupção na ‘venda’ de MP de 2009
O juiz Vallisney Oliveira, da 10.ª Vara Federal, aceitou denúncia do MPF contra o ex-presidente Lula. O petista é acusado de corrupção passiva na “venda” da MP 471, de 2009, que prorrogou incentivos fiscais para montadoras. Caso foi revelado pelo Estado em 2015.
 www.siqueiranews.com

Folha de São Paulo
Novo tremor no México causa morte e destruição
Doze dias após tremor no sul do país, um abalo de magnitude 7,1 atingiu ontem a Cidade do México e mais seis Estados. A tragédia, que deixou ao menos 149 mortos, coincidiu com o dia em que se completaram 32 anos do sismo que matou 10 mil. De acordo com o Itamaraty, não havia registro de brasileiros entre os mortos. O tremor derrubou pontes e passarelas, abriu fenda no acesso a terminal do aeroporto e causou rachadura no teto do estádio Azteca. Na hora do abalo, o presidente Enrique Pena Nieto viajava a Oaxaca, Estado mais afetado no dia 7.

Na ONU, Trump ameaça destruir a Coreia do Norte
Em discurso na Assembleia Geral da ONU, o presidente dos EUA, Donald Trump, ameaçou “destruir totalmente” a Coreia do Norte se o ditador Kim Jong-un, que tem promovido testes com mísseis, continuar a ameaçar seu país e aliados. No mesmo evento, o presidente Michel Temer disse que no último ano o Brasil reduziu mais de 20% do desmatamento na Amazônia. Ele não citou a crise política no país.

STF decide hoje se trava denúncia contra Temer
O ministro Edson Fachin, do STF, rejeitou solicitação de Temer para devolverá Procuradoria-Geral a nova denúncia contra ele, sob o argumento de que julgamento sobre pedido para suspender a tramitação da acusação já começou. O debate na corte será retomado hoje.
www.siqueiranews.com

Correio Braziliense
Terremoto de 7,1 graus no México já deixou ao menos 139 mortos
Ao menos 139 pessoas morreram no terremoto de 7,1 graus que sacudiu nesta terça-feira o México, afetando a capital e os estados de Puebla e Morelos, informaram as autoridades locais. O estado de Morelos informou 42 óbitos, Puebla, 26, o Estado do México, oito, e a Cidade do México, 30, enquanto prosseguem os trabalhos de resgate em numerosos prédios que desabaram. O Centro Geológico dos Estados Unidos (US Geological Survey) estimou a magnitude do tremor em 7,1, enquanto o Instituto Sismológico do México o calculou em 6,8. O Centro Geológico dos Estados Unidos (US Geological Survey) também estimou a magnitude do tremor em 7,1. O instituto informou que o epicentro do tremor localizou-se 7 km a oeste de Chiautla de Tapia, no vizinho estado de Puebla.
 www.siqueiranews.com

O Dia
Operação das Forças Armadas vai receber R$ 47 milhões do governo federal
Rio - A operação das Forças Armadas no Rio de Janeiro vai receber R$ 47 milhões, destinados pelo governo federal por meio de medida provisória assinada em 4 de setembro por Rodrigo Maia, que então ocupava interinamente a presidência da República. Segundo a MP 799/2017, a verba foi remanejada de outras atividades do Ministério da Defesa, como "participação brasileira em missões de paz", que perdeu R$ 27 milhões, e "aprestamento do Exército" (preparação), do qual foram retirados R$ 10 milhões. De acordo com o Ministério da Defesa, o trâmite burocrático para encaminhar o dinheiro às Forças Armadas está sendo concluído.
 www.siqueiranews.com

Correio da Bahia
Salvador registra setembro mais frio dos últimos três anos
Até agora este foi o setembro mais frio dos últimos três anos em Salvador. Isso porque no dia 3 os termômetros da capital baiana registraram 18,9 °C - temperatura menor que essa no mês que antecede a primavera só foi sentida pelos soteropolitanos no dia 11 de setembro de 2013, quando a mínima foi de 18,2°C, segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Além das flores que chegam com a nova estação, este mês, de acordo com os meteorologistas é o mais mais agradável, pelas temperaturas que variam em Salvador entre 21° a 28°C, de acordo com o Inmet. A nova estação chega nesta sexta-feira (22) e se estende até o dia 21 de dezembro. Segundo a meteorologista Cláudia Valéria Silva, essa variação faz com que o mês apresente dias mais claros, com aberturas de sol, diferente do meses anteriores - com temperaturas mais baixas e dias mais chuvosos.
www.siqueiranews.com

Diário Catarinense
Projeto de lei aumenta IPTU em até 150% em Itajaí
Um projeto de lei enviado pela prefeitura de Itajaí à Câmara de Vereadores muda a base de cálculo do IPTU e aumenta de 70% a 150% o valor do imposto. A alteração leva em conta o preço de mercado dos imóveis, que segundo os cálculos feitos pela prefeitura está defasado. A estimativa é que a atual arrecadação de IPTU, que este ano é de R$ 42 milhões, poderia ser pelo menos o dobro se os valores tivessem sido atualizados nos últimos anos.  A base de cálculo pode aumentar até 300%, dependendo da localização. Para que o IPTU não suba na mesma proporção, o projeto de lei diminui a alíquota, que é o percentual que corresponde ao imposto. No caso de imóveis residenciais, por exemplo, a alíquota passa de 0,45% sobre o valor do imóvel para 0,25%. Assim, com o valor de base mais alto, mas a alíquota mais baixa, chegou-se à média de reajuste de até 150%.