quarta-feira, janeiro 23, 2019

Ações gratuitas alertam para diagnóstico e tratamento de hanseníase em Várzea Grande


A Secretaria Municipal de Saúde de Várzea Grande está dando ênfase a Campanha “Janeiro Roxo”, que incentiva o diagnóstico e o tratamento de hanseníase, as atividades começaram nesta quarta-feira (23-01-19).

Até o dia 31 de janeiro, serão realizadas ações gratuitas entre consultas médicas, busca ativa de pacientes, além de orientações sobre a doença. De acordo com a Secretaria de Saúde do município, VG possui atualmente 134 pacientes em tratamento.
A abertura das ações foi realizada no Programa da Saúde da Família (PSF) do Água Vermelha e encerrando no PSF do Vila Arthur. Essas ações serão executadas por todos os agentes de saúde de Várzea Grande, sendo cada um em suas respectivas unidades.
Em todas as unidades os atendimentos acontecem no período matutino a partir das 08h. Desde o início do mês de janeiro, as unidades de saúde já estão intensificando algumas medidas de orientação à pacientes que convivem ou conhecem portadores da doença. Também orientando quanto à importância da avaliação de manchas suspeitas. Profissionais de Saúde estão realizando teste de sensibilidade e encaminhando casos diagnosticados para atendimento clínico.
O Dia Mundial de Luta Contra a Hanseníase é lembrado no dia 31 de janeiro. A doença tem como características manchas na pele com ausência ou diminuição de sensibilidade. A hanseníase é um grave problema de saúde pública devido ao alto potencial incapacitante. Trata-se de uma doença infectocontagiosa crônica, que atinge, principalmente, as células cutâneas e células dos nervos periféricos, porém tem tratamento e cura. As deformidades físicas podem ser evitadas com diagnóstico precoce.

Alguns dos sintomas da hanseníase são manchas esbranquiçadas, avermelhadas e amarronzadas pelo corpo, diminuição da sensibilidade ao calor, à dor e ao tato, caroços e inchaços pelo corpo, bem como dores nos nervos. 

Saiba a importância de estar em dia com a vacinação e onde encontrar um posto de imunização em Cuiabá


A conscientização sobre a importância da vacina é um assunto bastante discutido atualmente. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), elas atuam na defesa do organismo contra agentes infecciosos e bacterianos e são instrumentos de proteção (tanto individual quanto coletivo) essenciais para blindar o corpo contra doenças que ameaçam a saúde, em todas as idades.
Essa proteção está disponível gratuitamente no Sistema Único de Saúde (SUS) por meio do Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde (MS). O programa foi criado 1973 e desde então, são oferecidas à população mais de 300 milhões/ano de doses das 19 vacinas recomendadas pela OMS. Elas são entregues aos estados e municípios visando à imunização de crianças, adolescentes, adultos e idosos.
Na série histórica da OMS e MS, os dados apontam que doenças altamente contagiosas e bastante comuns no passado – como a Difteria, o Tétano, a Paralisia Infantil, o Sarampo, a Caxumba e a Rubéola – praticamente já não existem mais no Brasil graças ao elevado índice de imunização que estava sendo mantido até então.
Entretanto, estudos recentes dos órgãos mostram que houve queda na imunização e a ausência de manter este cuidado rotineiro em dia, está fazendo com que o Sarampo, Meningite, Coqueluche, Hepatite, entre outras consideradas graves e até estão controladas, assombrarem novamente a população.  
“Nos últimos anos, temos registrado surtos de algumas doenças consideradas já controladas, como o Sarampo, a Caxumba, a Coqueluche, entre outras, e o surgimento de novas enfermidades. Por isso, é muito importante que não apenas as crianças, mas também os adultos mantenham os cartões de vacinação atualizados”, diz trecho de recomendação do Ministério da Saúde.
Em Cuiabá, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) disponibiliza as imunizações em todas as unidades de saúde da Atenção primária, divididas em 60 salas de vacinas. (Com ressalvas às unidades que estão em reformas).
Para melhor atender o cidadão, o coordenador de Programas Estratégico da SMS, Wellington Assunção explica que embora a rede pública de Saúde da Capital oferte de segunda a sexta-feira, das 08h às 16h30 todo o calendário de imunização que vai da infância até a fase idosa da vida, a vacina de febre amarela, Tríplice Viral e BGC são oferecidas à população com calendário diferenciado haja vista que não há possibilidade de abertura de lotes diariamente, já que após abertos, as doses devem ser aplicadas em até seis horas.
“O Agendamento se faz necessário devido ao curto tempo de validade dessas vacinas, que após abertura dos frascos multidoses a BCG e a tríplice possui validade de seis horas e a Febre Amarela (FA) de quatro a seis horas. Dessa forma, para evitar o desperdício dessas imunizações que são tão fundamentais para a vida da população concentramos os atendimentos em dois dias específicos em cada sala vacinal”, explicou.

No cronograma, a Tríplice Viral é realizada nas mesmas datas e horários da Febre Amarela e podem ser agendadas em Unidades Básicas de Saúde (UBS) e nas unidades do Programa de Saúde da Família (PSF).
Ascom

Confira aqui a relação das crianças classificadas para vagas em creches e Cmeis de Cuiabá


Classificados para efetuarem as matrículas nas creches e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) de Cuiabá podem consultar (clique aqui) a lista disponibilizada pela Secretaria Municipal de Educação.

O processo de inscrição foi realizado Portal Matrícula Web. A lista também está fixada nos murais das unidades educacionais, conforme informações da assessoria da Prefeitura de Cuiabá.

Desta forma, os pais ou responsáveis terão um prazo de 72 horas, a partir desta quarta-feira (23-01-19), para ir até a unidade escolar e efetivar a matrícula.

Sisu 2019 agora divulga nota de corte de todos os cursos em 4 horários


As notas de corte do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para todos os cursos começaram a ser divulgadas em quatro horários a partir da edição deste ano. Segundo o Ministério da Educação (MEC), os dados podem ser acessados às 7h, 12h, 17h30 e 20h. Antes, a divulgação ocorria à meia-noite e apenas a partir do segundo dia de inscrição.
As inscrições para o processo seletivo, utilizado por universidades públicas para oferecer vagas a estudantes que realizaram o Exame Nacional de Ensino Médio (Enem), tiveram início na terça-feira (22-01-19), e o site do programa apresentou instabilidade.
Em nota, o MEC informou que adotou as medidas para solucionar a lentidão e orientou que os candidatos atualizem a página de inscrição antes de inserir os dados.
O ministério disse que o problema foi causado pelo volume de acessos. "O sistema, que nas edições anteriores, recebia de 25 a 30 mil acessos simultâneos, registrou hoje (ontem, terça) picos de até 350 mil acessos simultâneos."
Para participar do Sisu, além de ter feito a edição de 2018 do Enem, os candidatos precisam ter alcançado nota superior a zero na prova de Redação. Para a edição do primeiro semestre de 2019, serão ofertadas 235.476 vagas em 129 instituições de ensino superior de todo o País e as inscrições podem ser feitas até as 23h59 desta sexta-feira (25-01-19).
Agência Brasi

Pesquisa mostra que 63% dos brasileiros analisam seus gastos e ganhos


O número de brasileiros que acompanham e analisam seus ganhos e gastos por meio de
um orçamento passou de 55% em 2017 para 63% ao final de 2018, segundo levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com o Banco Central do Brasil (BCB). Pelo menos 36% dos brasileiros não administra as próprias finanças.
Entre os mecanismos mais utilizados está o caderno de anotações, com 33% das citações. A planilha no computador é o instrumento preferido de dois em cada dez (20%) pessoas ouvidas, enquanto 10% registram as receitas e despesas em aplicativos de smartphones. Entre os métodos informais de acompanhamento, o mais frequente é o cálculo de cabeça, citado por 19% dos consumidores. Há ainda 13% que simplesmente não adotam qualquer método e 3% que delegam a função para outra pessoa.
A pesquisa mostra que mesmo entre os que adotam algum método de controle das finanças, 36% não planejam o mês com antecedência e vão registrando os gastos pessoais conforme eles ocorrem e outros 8% só anotam os gastos após o fechamento do mês. Já 56% planejam o mês com antecedência, registrando a expectativa de receitas e despesas dos 30 dias seguintes.
Orçamento anual
A orientação para quem tem renda constante, que não varia mês a mês, é a de fazer um orçamento anual para que as despesas tenham sempre o mesmo peso ao longo do ano. O consumidor pode estimar qual será o custo de cada despesa sazonal e dividi-lo ao longo do ano, poupando um pouco por mês, até chegar o momento de pagar cada uma delas.
Anotar todos os ganhos e gastos no mês, incluindo pequenos gastos com balinha ou cafezinho, ajuda a entender para onde foi o dinheiro. Com base nas anotações, é possível agrupar as despesas em categorias - por exemplo, habitação, alimentação, transportes, comunicação, vestuário, lazer - e assim analisar sua vida financeira e, se for o caso, equilibrar os gastos de acordo com as próprias prioridades, recomendam os especialistas.
Os itens que os entrevistados menos anotam são os gastos variáveis, como lazer, salão de beleza, compras de roupas e saídas para bares e restaurantes, que são deixados de lado por 25% dos entrevistados, assim como o valor que possuem na reserva financeira (24%).
O levantamento demonstra que o consumo não planejado é o que mais impede o brasileiro de colocar a vida financeira em ordem. Para 90% é importante evitar compras por impulso ou desnecessárias através do planejamento das compras, assim como controlar as despesas da casa, pesquisar preços (89%) e juntar dinheiro para adquirir bens de mais alto valor à vista (87%).
A pesquisa também indicou que 73% dos consumidores admitiram terem enfrentado, nos últimos 12 meses, alguma situação em que o orçamento familiar não foi o suficiente para quitar todas as contas e compromissos financeiros. Assim, 34% que cortaram gastos com lazer e saídas a bares e restaurantes e os 33% que mudaram hábitos de consumo passando a comprar produtos mais baratos e a fazer pesquisa de preço. Há ainda 30% que fizeram cortes ou reduções nas compras de roupas, calçados e acessórios e 22% que recorreram a trabalhos informais (bicos) ou horas extras para aumentar a renda.


Agência Brasil

Resumo de Novelas - 23 de Janeiro







MALHAÇÃO VIDAS BRASILEIRAS
Bryan tranca Santiago no dormitório e o menino se desespera. Pérola se muda para a casa de Gabriela. Tito e Garoto descobrem que Gui comprou a caixa de Heitor. Álvaro e Hugo tentam entrar no local de treinamento de Santiago. Brigitte percebe que Solange está trocando mensagens com um homem. De longe, Álvaro registra com seu celular uma discussão entre Deivide e Bryan. 
www.siqueiranews.com

ESPELHO DA VIDA
Hildegard revela a Danilo que Cris/Julia está noiva de Gustavo. Cris/Julia afirma que ama Danilo. Madre Joana sugere que Hildegard e Augusto deixem Rosa Branca com Danilo, assim que o filho se recuperar. Bola se preocupa com o estado de Alain. Isabel interrompe a apresentação de Alain na escola de Priscila, provocando o ex-noivo. Dalton conversa com Ana e Flávio sobre a situação de Cris.
www.siqueiranews.com

O TEMPO NÃO PARA
Mateus libera a entrada de Samuca na mansão, e avisa que se comunicará com Marocas apenas por voz. Dom Sabino troca bilhetes secretos com os agregados. Marocas manda Nico e Kiki colocarem um bilhete sob a coleira de Pirata. Dom Sabino, Menelau e Cecílio abrem espaço para fugir. Samuca diz a Elmo que Marocas lhe deu um recado cifrado, cuja senha é o Pirata. Petra e Mateus coletam sangue dos congelados. 
www.siqueiranews.com

O SÉTIMO GUARDIÃO
Geandro deixa Lourdes na casa de Socorro, que fica exultante com o retorno da filha. Geandro afirma a Lourdes que a moça ainda se apaixonará por ele. Júnior assiste à aula de Luz. Firmina sugere que Tobias não demita Guilherme. Stella ouve quando Mirtes e Guilherme falam sobre o plano que eles armaram e conta para Aranha. Marilda pressiona Eurico a lhe contar o que está acontecendo. Firmina dá uma lição em Guilherme, que se surpreende ao continuar empregado no restaurante de Tobias. 
www.siqueiranews.com

POLIANA
Ao chegar em casa, Débora briga com Marcelo por conta do que houve na padaria. Poliana vai visitar Sr. Pendleton e demora. Luísa fica furiosa. Durval e Claudia conversam pelo telefone sobre o jantar e Lorena interrompe, desligando de maneira mal educada. Poliana pede a Sr. Pendleton que ele a ajude a pensar em uma solução para que bento entre na escola Ruth Goulart. Marcelo convida João para ir até a galeria de sua mãe. Raquel e Brenda chegam na casa de Guilherme. 
www.siqueiranews.com

JESUS
Caifás bufa de raiva. Laila agradece a Jesus. Judite descobre que Laila não foi apedrejada. Tiago Justo avisa a Arimatéia sobre a atitude de Jesus. Maria reencontra Petronius, que pede para falar com Madalena. Asisa descobre que Laila está viva. Em conversa com Tiago Justo, Deborah avisa que desistiu de procurar seu filho. Os necessitados se alimentam no banquete dado por Zaqueu. Barrabás reclama por não ter sido convidado. Pilatos reclama da preocupação de Cláudia com o povo judeu. 
www.siqueiranews.com

MINHA VIDA

Hulya quer que Efsun seja levada a um psiquiatra, mas Mehmet se recusa. Bahar chega em casa desesperada e pergunta o que aconteceu, pois viu seu pai num carro de polícia. Nuran conta que Osman foi esfaqueado na cadeia. A polícia leva Guleser e Ylias para a delegacia. Efsun vai à cozinha de madrugada beber água, delira e vê Necati. Beyza vê a moça pálida e tremendo e acha que Efsun está ficando louca. Mehmet conversa com Efsun sobre ela ir a um psicólogo.
Click aqui para ver matérias na página inicial

Mulheres são 76% das notas 1000 na redação do Enem, uma delas é de Mato Grosso


Dos 55 participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 que atingiram a nota 1000 na redação, 42 são do sexo feminino e 13, do sexo masculino. Elas representam 72%. No Distrito Federal, no Pará, no Rio Grande do Norte, no Ceará e em Sergipe, por exemplo, somente mulheres atingiram nota 1000 na redação.
O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixiera (Inep) divulgou um levantamento inédito com a origem, o sexo e a idade dos 55 participantes que alcançaram a nota máxima na dissertação.

Do total dos candidatos, 33 são da região Sudeste, sendo 14 de Minas Gerais e 14 do Rio de Janeiro. Há ainda quatro de São Paulo, das cidades de Cotia, Franca, Pederneiras e Rio Claro.

Uma delas é a mato-grossense Gabriela Arenhart, 21 anos, de Tangará da Serra(236 km de Cuiabá). De acordo com a estudante, sua maior nota na avaliação dissertativa havia sido na edição de 2017, em que ela fez 960 pontos.


"Eu fiquei bem nervosa, respirei fundo e comecei a pensar em algumas ideias e anotar no canto da folha. Fui escrevendo recursos argumentativos que eu podia encaixar no tema. Até que elaborei uma tese e fiz os primeiros dois argumentos, o que eu ia defender no terceiro parágrafo. [...]  Não acreditava que ia tirar uma nota tão alta. Foi o tema mais difícil que fiz no Enem e tirar essa nota foi uma surpresa mesmo. Não esperava", disse ela.
Fonte: MEC

Horóscopo de hoje - 23 de Janeiro



Áries (21/03 a 20/04)
Um bom líder é aquele que se torna reconhecido pela sua generosidade e solidariedade.
www.siqueiranews.com

Touro (21/04 a 20/05)
O entusiasmo pode fazer com que qualquer possibilidade pareça imperdível. É preciso usar bom senso para avaliar os caminhos que aparecem.
www.siqueiranews.com

Gêmeos (21/05 a 20/06)
Ao enaltecer as suas próprias criações, você dá a chance para que merecidas realizações possam acontecer.
www.siqueiranews.com

Câncer (21/06 a 21/07)
Aquilo que parecia difícil de ser resolvido tende hoje a apresentar boas soluções. Mantenha-se então atento aos detalhes que guardam grandes sabedorias. 
www.siqueiranews.com

Leão (22/07 a 22/08)
É possível que a sua produtividade aumente hoje, e a melhor forma de aproveitar o momento é organizando o seu espaço de trabalho.
www.siqueiranews.com

Virgem (23/08 a 22/09)
Você inicia agora um ciclo em que tende a se sentir ainda mais estimulado para trabalhar por aquilo que deseja materializar.
www.siqueiranews.com

Libra (23/09 a 22/10)
Os seus pensamentos devem parecer mais assertivos a partir de hoje, o que permitirá a resolução de antigas dúvidas e questionamentos.
www.siqueiranews.com

Escorpião (23/10 a 21/11)
Ao reconhecer as suas reais possibilidades, você otimiza a sua energia e investe naquilo que de fato pode dar bons retornos. O importante é acolher a realidade como ela é.
www.siqueiranews.com

Sagitário (22/11 a 21/12)
Ao definir as suas prioridades, você se permite viver uma rotina mais significativa e até mais producente. Faça então um bom uso da razão.
www.siqueiranews.com

Capricórnio (22/12 a 20/01)
O comprometimento com a sua espiritualidade está em foco, e por isso é necessário que você se dedique às práticas e atividades que amplificam a sensibilidade.
www.siqueiranews.com

Aquário (21/01 a 19/02)
É provável que você sinta a sua autoestima fortalecida hoje, fazendo com que as suas atitudes transmitam segurança e confiança para quem estiver ao seu lado.
www.siqueiranews.com

Peixes (20/02 a 20/03)
Quando lidamos com as nossas responsabilidades de maneira leve, nos permitimos viver com mais tranquilidade.

Aneel abre dia 24 discussão sobre subsídios à energia solar


A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) propôs a manutenção dos subsídios para consumidores que instalam painéis solares até que a fonte atinja um determinado marco no setor elétrico. A discussão sobre o tema, que ficará em audiência pública entre os dias 24 de janeiro e 19 de abril, gerou polêmica dentro da Aneel e deve movimentar o setor elétrico.
A regra atual, criada em 2012 para incentivar a geração distribuída, confere redução de 80% a 90% nas contas de luz desses consumidores. Para isso, basta ter espaço e dinheiro - um sistema residencial custa de R$ 15 mil a R$ 25 mil. Parte dessa economia é repassada para as tarifas de energia dos demais usuários que não fazem esse investimento.
A proposta para o futuro estende o subsídio para consolidação da tecnologia até que as placas solares atinjam 3,365 GW para sistemas locais e de 1,25 GW para sistemas remotos - com distribuição desse volume proporcionalmente ao mercado de cada distribuidora no País.
Para aqueles que já realizaram os investimentos, as regras atuais permaneceriam por 25 anos, e para os que fizerem a partir da vigência da nova regra e até o gatilho, o subsídio seria mantido por 10 anos.
Atualmente, o País conta com 53 mil sistemas conectados, com potência instalada de 661,3 megawatts, o suficiente para abastecer uma cidade como Curitiba (PR), com cerca de dois milhões de habitantes. Há apenas um mês, eram 48 mil conexões e 592 MW, um crescimento de mais de 10%. Quanto maior o número de usuários com painéis solares, maior a conta dos demais consumidores.
A maior parte do subsídio é dada na taxa de uso da rede. Esses consumidores, também chamados de "prosumidores", têm acesso a um sistema de compensação: a energia que geram cria créditos, que são descontados do consumo efetivo. Nos sistemas remotos, é possível gerar energia em uma fazenda e usar os créditos no local e em um apartamento a quilômetros de distância, por exemplo.
A redução do custo dos painéis fotovoltaicos, aliada à política de financiamento de geração distribuída de bancos públicos e aos reajustes da conta de luz acima da inflação, gerou uma corrida de clientes à nova tecnologia. Empresas que fazem a instalação dessas placas em residências afirmam que o retorno do investimento se dá em um prazo médio de cinco anos. O BNDES, por exemplo, financia até 100% do investimento, com prazo de pagamento de 120 meses, carência de dois anos e juros a TLP ou Selic.

Veja os destaques dos principais jornais de circulação nacional - 23 de Janeiro


O Globo           
Em Davos, Bolsonaro promete reformas e abrir a economia
Em sua primeira viagem ao exterior, o presidente Jair Bolsonaro se comprometeu no Fórum Econômico Mundial, em Davos (Suíça), com a implementação de uma agenda liberal, pautada por reformas estruturais, abertura comercial, redução de impostos e privatizações. O discurso, de seis minutos, foi considerado genérico mas direto pela plateia de investidores e executivos globais. Bolsonaro também defendeu a expansão do agronegócio com respeito ao meio ambiente. Em encontro posterior com empresários, afirmou que, “por ora”, o Brasil permanecerá no Acordo de Paris, que pretende conter as mudanças climáticas.

Prisão de milicianos pode esclarecer caso Marielle
Operação do Ministério Público estadual e da Polícia Civil para desarticular a milícia de Rio das Pedras, umas das principais da cidade, prendeu cinco pessoas, entre elas o major da PM Ronald Paulo Alves Pereira, apontado como o número 2 do bando. Segundo a investigação, ele também integra o Escritório do Crime, quadrilha de assassinos profissionais suspeita de ter executado a vereadora Marielle Franco e seu motorista. O MP pretende oferecer acordo de delação premiada a Ronald para esclarecer o crime e avançar nas investigações sobre os milicianos. Chefe do grupo, o ex-capitão do Bope Adriano da Nóbrega está foragido.
    www.siqueiranews.com

O Estado de São Paulo
Bolsonaro promete abertura e Guedes, nova Previdência
Com um discurso de apenas seis minutos em que destacou a necessidade de abertura comercial do País, a importância de reformas estruturais e a preocupação com o meio ambiente, Jair Bolsonaro fez sua estreia internacional, ontem, no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça. O presidente, porém, foi vago sobre como, quando e de que maneira pretende implementar as mudanças que julga essenciais. Assim, coube ao ministro da Economia, Paulo Guedes, assumir o papel de transmitir uma mensagem mais direta ao mercado, principalmente sobre a reforma da Previdência. Em almoço de uma hora e meia com investidores, Guedes disse que haverá consenso no Congresso para aprovar as mudanças nas regras de aposentadoria e que contará com apoio dos governadores. A executivos de multinacionais, o presidente e seus ministros disseram que o projeto será apresentado nos primeiros dias da próxima legislatura.
    www.siqueiranews.com

Folha de São Paulo
Bolsonaro faz discurso curto e sem detalhes sobre reformas
Em discurso no plenário do Fórum Econômico Mundial, em Davos, Jair Bolsonaro (PSL) defendeu que o Brasil lidere pelo exemplo, comprometeu-se com reformas econômicas e afirmou que irá evitar viés ideológico em tratativas comerciais. Questionado por executivos, o presidente declarou que o Brasil não irá deixar o Acordo de Paris Sobre O Clima.

Investidor de fora está cauteloso, diz presidente do Itaú
Presidente do Itaú Unibanco, Cândido Bracher disse em entrevista à Folha, em Davos, que os grandes investidores estrangeiros estão cautelosos em relação à aprovação da reforma da Previdência. “O internacional ainda está numa atitude de esperar para ver o que acontece.”
    www.siqueiranews.com

Correio Braziliense       
"O único problema de Flávio Bolsonaro é o sobrenome", diz Mourão
O presidente em exercício, Hamilton Mourão, disse, nesta terça-feira (22/1), que o único problema do deputado estadual e senador eleito, Flávio Bolsonaro, é o sobrenome dele. Ele é investigado por movimentações financeiras atípicas envolvendo também seu ex-motorista e ex-assessor, Fabrício Queiroz  “O único problema do senador Flávio é o sobrenome dele, se fosse Silva…”, disse o vice-presidente. Ele ressaltou ainda que, além de Flávio, há outros parlamentares da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) sendo investigados pelo mesmo motivo. Mourão voltou a negar, inclusive, que o assunto respinga no governo. “Não compete a mim analisar. O governo está tranquilo, esse não é um fato que nos interesse por enquanto. Quando passar a interessar aí será divulgado o que for necessário”, complementou.
    www.siqueiranews.com

O Dia
Policial militar é morto a tiros na rua de casa em Belford Roxo
Um policial militar foi assassinado a tiros, no início da madrugada desta quarta-feira, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense. O cabo Francisco Fernandes Souza estava na rua de casa, na Emília Marcondes, no bairro Lote XV, quando foi alvejado por vários tiros. Ele chegou a ser socorrido no posto de saúde do bairro, mas já chegou morto na unidade. De acordo com a PM, o crime contra o agente, lotado no Batalhão de Policiamento em Vias Especiais (BPVE), aconteceu por volta da 1h30. Ele foi abordado por dois homens em uma moto e por um terceiro, que cobria o rosto com uma camisa, em uma bicicleta. Os tiros contra o policial foram dados após o que estava de bicicleta dizer "é esse ai mesmo, o branquinho".
    www.siqueiranews.com

Diário Catarinense
Arábia Saudita suspende compra de frango brasileiro e pode afetar economia em SC

Maior compradora do frango brasileiro no exterior, a Arábia Saudita barrou a importação de cinco frigoríficos no país. Segundo informação da Associação Catarinense de Avicultura (Acav), são indústrias que exportam frango griller, uma ave de pequeno porte, com menos de um quilo. Duas plantas fabris de Santa Catarina estão entre as que foram barradas. A Acav confirmou que uma delas fica em Itaiópolis, e pertence à JBS. Ainda não há confirmação sobre a segunda indústria.
Click aqui para ler  notícias da primeira página

terça-feira, janeiro 22, 2019

No primeiro dia de inscrições, site do Sisu apresenta lentidão


Quem tenta entrar no site do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) nesta terça-feira (22-01-19) primeiro dia de inscrições, está enfrentando dificuldades. Em alguns momentos, o site nem sequer carrega.
O Ministério da Educação reconheceu o problema e afirmou que o Sisu "registrou uma lentidão na manhã desse primeiro dia de inscrições devido ao grande número de acessos", mas que o "sistema está em processo de normalização até o final do dia". De acordo com a pasta, até 12h foram realizadas 441.157 inscrições. Até o momento, está mantido que o prazo final para as inscrições vai até as 23h59 da sexta-feira (25-01-19) pelo horário Brasília.

O processo seletivo, aplicado desde 2010, é o mecanismo utilizado por universidades públicas para oferecer vagas a estudantes que realizaram o Exame Nacional de Ensino Médio (Enem). Além de ter feito a edição de 2018 do exame, os candidatos precisam ter alcançado nota superior a zero na prova de Redação. 
Para a edição do primeiro semestre de 2019, serão ofertadas 235.476 vagas em 129 instituições de ensino superior de todo o País. Saiba aqui tudo sobre o cronograma e inscrições do Sisu 2019.
MEC